CAN’2024: Orçamento da seleção de andebol de Cabo Verde avaliado em 16 mil contos

O orçamento da selecção cabo-verdiana de andebol para a sua participação no CAN’2024 a ser disputado no Egipto está avaliado em cerca de 16 mil contos, revelou o presidente do Conselho Técnico do IDJ, José Eduardo dos Santos.

O orçamento para esta operação, segundo explicou o presidente do Instituto do Desporto e da Juventude (IDJ), não é totalmente financiado pelo Governo através do IDJ, porquanto, o custo é repartido com os parceiros mobilizados pela Federação Cabo-verdiana de Andebol, “para que
Cabo Verde tenha uma participação segura, tranquila, a nível daquilo que se espera da selecção de andebol”.

Daí considerou que a selecção de Cabo Verde tem reunidas as condições para que nada falte, sustentando que a comitiva crioula já tem a sua estadia e a sua inscrição no Egipto asseguradas, assim como a primeira fase e os custos advenientes da viagem para a 26ª edição do Campeonato Africano das Nações.

A 26ª edição do Campeonato Africano das Nações, realiza-se no Egipto, de 17 a 27 de Janeiro de 2024.
Cabo Verde, na qualidade de vice-campeã de África, vai ao Egipto com a missão de “tentar fazer o melhor” ou pelo menos ficar nos três primeiros lugares, que dão acesso a qualificação para os Jogos Olímpicos Paris 2024.

De acordo com a calendarização, a selecção crioula estreia-se a 17 de Janeiro no Grupo A, ante o Ruanda, para dois dias depois, 19, defrontar a congénere da Zâmbia, estando o terceiro e último jogo da fase do Grupo frente a sua similar da RD Congo marcado para 21 de Janeiro.

À luz do regulamento da Confederação Africana de Andebol, (CAH, na sigla em inglês), os dois melhores de cada grupo avançam para a próxima fase.

Constituição dos Grupos
A: Cabo Verde, RD Congo, Zâmbia e Rwanda
B: Egipto (campeã de África em título), Guiné Conacri, Camarões e Congo
C: Marrocos, Argélia, Gabão e Líbia
D: Tunísia, Angola, Nigéria e Quénia.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest