CCCV debate aspectos da memória e experiência de vida de africanos e afrodescendentes em Lisboa

O Centro Cultural de Cabo Verde em Lisboa e a Embaixada de Cabo Verde em Portugal realizam hoje uma mesa de encerramento sobre os aspectos da memória e experiência de vida de africanos e afrodescendentes em Lisboa.

 

 

De acordo com a nota informativa do Centro Cultural de Cabo Verde (CCCV), o evento tem como tema “Territórios da Memória: a Área Metropolitana de Lisboa pelo Olhar de Africanos e Afrodescendentes.


O encontro, que acontece no referido centro, avança a nota, visa discutir os aspectos da memória e da experiência de vida de africanos e afrodescendentes em Lisboa, a partir de uma perspectiva crítica sobre a história.


O CCCV informa ainda que as participantes da mesa de encerramento debaterão assuntos no contexto da exposição, aspectos da sociabilidade da presença africana em Portugal na actualidade.


A mesa de encerramento terá como oradoras a historiadora e professora associada com Agregação da FLUL e investigadora do CEsA/ISEG-UL, Isabel Castro Henrique, a socióloga, professora da ESE-IPS e investigadora do CIES-IUL, Cristina Roldão.


O debate estará a cargo da investigadora do Centro de Estudos sobre África e Desenvolvimento CSG-CEsA/ISEG-UL, Simone Amorim e da moderadora Inocência Mata.


O Centro Cultural Cabo Verde em Portugal, situado na Rua de São Bento 640, em Lisboa, foi inaugurado em Julho de 2019 e a abertura do espaço esteve enquadrada na comemoração do 44º aniversário da independência de Cabo Verde, assinalado a 5 de Julho.


O CCCV tem como missão a realização de diversas actividades que promovem o desenvolvimento sócio-cultural da comunidade e estimulam o interesse e o conhecimento da interculturalidade.

 

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest