Cenorf lança este mês segunda fase do projecto “Acção Solidária”

A segunda fase do projecto “Acção Solidária”, do Centro Nacional Ortopédico e de Reabilitação Funcional (Cenorf), vai ser lançada este mês, disse hoje à Inforpress o administrador Alberto Afonso.

Segundo este responsável, as pessoas portadoras de deficiência física com aparelhos das outras ilhas do país, que beneficiaram da primeira fase do projecto, devido à pandemia, só conseguiram viajar para a Praia em Janeiro de 2021.


Esta segunda fase do projecto, que é financiado pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, vai garantir 70 por cento (%) de benefícios a pessoas portadoras de deficiência física com aparelhos das ilhas de Barlavento.


“Vamos beneficiar, nesta fase, pessoas das ilhas de Santo Antão, São Nicolau, Boa Vista, Sal e Maio, pois, estas nunca foram atendidas no Cenorf”, disse Alberto Afonso, apelando às pessoas portadoras de deficiência física com aparelhos, nestas ilhas, a procuraram as estruturas de saúde das suas localidades para fazer triagem por forma a que sejam beneficiadas pelo projecto.


Na altura da assinatura do protocolo de entrega do donativo, em Outubro de 2020, ficou assente o financiamento do projecto pela Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no valor de 920 mil escudos para a aquisição de matérias primas para a produção de aparelhos ortopédicos, próteses e órteses.


Na primeira fase, o projecto “Acção Solidária” beneficiou 24 pessoas portadoras de deficiência física com aparelhos ortopédicos das ilhas do Fogo e de São Vicente.


Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Pode gostar também

Deixe um comentário

Follow Us