Brava regista primeiro óbito relacionado com a Covid-19

A ilha Brava registou hoje a primeira vitima mortal provocada pela covid-19 desde o registo dos primeiros casos no País, um jovem de 16 anos e que apresentava outras comorbidades, soube a Inforpress junto de fonte familiar.

De acordo com as informações avançadas à Inforpress, trata-se de um jovem do sexo masculino, de 16 anos, que apresentava a condição de paralisia cerebral, natural de Nossa Senhora do Monte.

 

Brava voltou a registar caso de infecção no passado dia 14 de Março, após vários meses sem presença do vírus na ilha, o que veio a agravar com transmissão comunitária que vem sendo seguida agora pela autoridades.

 

A 29 de Maio, as aulas na freguesia de Nossa Senhora do Monte foram suspensas por duas semanas, devido ao aparecimento de três casos de covid-19, na Escola Nº-5 do segundo agrupamento.

 

Entretanto, conforme dados do Ministério da Saúde e da Segurança Social, Cabo Verde registou mais duas mortes provocadas pela covid-19 e 320 novas infecções, num universo de1.876 amostras testadas, pelo que o País passa a contabilizar um acumulado de 27.029 casos positivos.

 

Segundo o boletim epidemiológico, os dois óbitos ocorreram na Praia, que contabilizou também (149) casos positivos, São Vicente (31), Porto Novo (22), Santa Catarina (20), Brava (15), São Salvador do Mundo (14), Ribeira Brava de São Nicolau (13), Santa Cruz (11), São Filipe (10), Sal (oito) e São Lourenço dos Órgãos (oito).

 

Os restantes casos foram detectados no Maio (sete), Boa Vista (quatro), Ribeira Grande (três), Ribeira Grande de Santiago (dois), São Domingo (um), Tarrafal (um), e Mosteiros (um).

 

Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest