Covid-19: Cabo Verde regista uma morte e tem novo recorde diário com 417 novas infecções

Cabo Verde somou uma morte e registou um novo recorde diário de 417 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, num universo de 1.707 amostras processadas, informou hoje o Ministério da Saúde e da Segurança Social.

Segundo o boletim epidemiológico desta quarta-feira, a maioria das novas infecções foi diagnosticada na Praia com 184, onde ocorreu o óbito, São Vicente com 60 e Ribeira Brava, na ilha de São Nicolau, com 24.

Os restantes casos positivos estão distribuídos pelos municípios do Sal (20), Brava (17), Maio (16), Ribeira Grande (16), São Filipe (14) Ribeira Grande de Santiago (13) Tarrafal (10), Porto Novo (nove), Santa Catarina (oito), Boa Vista (sete), Tarrafal de São Nicolau (seis).

Foram ainda registadas novas infecções no Paul (três), São Salvador do Mundo (três), Santa Cruz (dois), São Lourenço dos Órgãos (dois), Mosteiros (um), São Miguel (um) e São Domingos (um).

Os dados indicam que os recuperados, que totalizam 294, estão na Praia (90), São Vicente (66), Sal (33), Boa Vista (24), Ribeira Grande (18), Tarrafal de São Nicolau (14), Ribeira Grande de Santiago (nove), São Filipe (oito), Santa Catarina (sete), Porto Novo (sete), Maio (seis), São Domingos (quatro), São Lourenço dos Órgãos (três), Ribeira Brava (dois), Tarrafal (um), São Miguel (um) e Paul (um).

Com estas novas actualizações, Cabo Verde passa a contabilizar 3.152 casos activos, 21.763 casos recuperados, 229 óbitos, sete mortes por outras causas, oito transferidas, perfazendo um total acumulado de 25.159 casos positivos.

O Ministério da Saúde e da Segurança Social continua a apelar às pessoas a cumprirem o distanciamento social, a usarem máscara e a praticarem a higienização das mãos e demais recomendações das autoridades sanitárias, para evitar a propagação da covid-19.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.214.644 mortos no mundo, resultantes de mais de 153,4 milhões de casos de infecção, segundo um balanço feito pela agência francesa.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest