Covid-19: PM reafirma meta de vacinar 70% da população até ao final do ano

O primeiro-ministro reafirmou hoje, na recepção, no aeroporto da Praia, de 24 mil doses de vacinas disponibilizadas por Portugal, a meta do Governo em vacinar 70% da população contra a covid-19 até ao final do ano.

“Mantemos a meta de vacinar 70% da população até ao final do ano e teremos que cumprir”, frisou Ulisses Correia e Silva.

 

Quanto aos 24 mil doses de vacinas contra a covid-19 cedidas por Portugal, “no seguimento do compromisso político” de disponibilizar aos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) e Timor-Leste 5% das vacinas que adquiriu, Ulisses Correia e Silva entende que terá “uma grande importância” no processo de vacinação e evitar que haja descontinuidade.

 

“Como se diz, e é verdade, as vacinas salvam vidas e salvam a economia. Precisamos de ter boas parcerias para que isso possa ser conseguido. Este gesto de Portugal é, de facto, de ter em conta como algo muito importante”, prosseguiu o chefe do Governo apontado para a perspectiva de haver nos próximos tempos a disponibilidade de mais vacinas.

 

Ainda no que toca aos apoios de Portugal, Ulisses Correia e Silva citou que uma missão médica avançada já veio para fazer uma avaliação e que ainda virá uma equipa médica dar todo o suporte para “este combate que é global de Cabo Verde, do mundo inteiro e Portugal como um bom parceiro”.

 

O primeiro-ministro realçou, entretanto, que não há ainda datas definidas, mas garantiu que está em processo a chegada de mais vacinas, nomeadamente outros 80 mil da COVAX, estando também Cabo Verde em contato com o governo dos Estado Unidos e outros parceiros bilaterais neste sentido com o objectivo de alcançar a meta definida.

 

O País contabiliza neste momento 2.866 casos activos, 24.546 casos recuperados, 244 óbitos, sete mortes por outras causas, nove transferidas, perfazendo um total acumulado de 27.672 casos positivos.

 

De acordo com o Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), África registou mais 144 mortos associados à covid-19 nas últimas 24 horas, o que totaliza 125.548 óbitos desde o início da pandemia, e 4.666.162 infecções.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.333.603 mortos no mundo, resultantes de mais de 160,3 milhões de casos de infecção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

 

Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest