Cabo Verde aperfeiçoa práticas de realização de grandes eventos desportivos no Fórum de Dakar

Cabo Verde esteve representado no Fórum Regional de Segurança nos eventos desportivos de Dacar, por dois diretores que aperfeiçoaram os métodos para apoiar a cooperação regional e aprimorar as práticas nacionais na proteção de grandes eventos desportivos

Representado pelos diretores de Infraestruturas do Instituto do Desporto e da Juventude (IDJ), Orlando Mascarenhas, e do Gabinete Estratégico e de Ação Policial da Polícia Nacional, subintendente Hermínio da Veiga, o fórum, encerrado na quinta-feira, 01, debruçou-se ainda sobre o apoio na promoção de políticas avançadas que incluem o desporto como uma ferramenta para prevenir o extremismo violento.

Durante o fórum, de acordo com informações avançadas pelo IDJ, os pontos focais cabo-verdianos partilharam a experiência do País na realização dos I Jogos Africanos de Praia, em 2019, do Fórum Mundial da Economia Local e outros eventos internacionais, como I circuito mundial de Kitesurf e o Trail Series.

“O objetivo do Governo cabo-verdiano é transformar o nosso País numa plataforma de organização e acolhimento de grandes eventos desportivos internacionais”, refere a nota do IDJ, convicto de que esta participação ajude o País a organizar melhor os eventos desportivos, tanto nacionais, como internacionais, e garantir maior segurança a todos os participantes envolvidos.

“A nossa participação neste fórum visa, ainda, conhecer projetos e iniciativas existentes que valorizam o desporto e seus valores como ferramenta de prevenção do extremismo violento”, escreve o IDJ.

Ainda que Cabo Verde não tenha tido ameaças de grandes organizações terroristas, o País quer trabalhar e estar incluído, a nível mundial, em projetos de segurança desportiva, com iniciativas específicas para todos os praticantes e participantes.

“Acreditamos que podemos prevenir a violência com o desporto e combater alguns problemas sociais, através do desporto, criando soluções para a integração dos jovens na vida desportiva. Com o desporto podemos descobrir novos talentos e até mesmo promover a recuperação acadêmica dos jovens”, sustenta o IDJ.

Além de Cabo Verde e Senegal, participaram ainda neste fórum países como Marrocos, Malawi, Serra Leoa, Burquina Faso, Nigéria, Zimbabwe e Angola.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest