Equipa de Santa Maria foi a vencedora do Campeonato Regional de Karaté – Sal 2022

A equipa de Santa Maria foi a vencedora do Campeonato Regional de Karaté – Sal 2022, nas técnicas Kata e Kumite, cujas eliminatórias vinham decorrendo desde sábado, tendo terminado este domingo, com outras vitórias a nível individual e colectivo.

A maratona do Campeonato Regional de Karaté – Sal 2022, arrastou uma moldura ao Polidesportivo dos Espargos, para assistir a grande final do evento desportivo, que teve início às 18:00 e terminou por volta das 23:00.

A actividade que homenageou o empresário Patone Lobo, contou com a presença de 50 atletas em várias categorias, nomeadamente pré-infantil, infantil, iniciados, sub-10, sub-12, cadetes, categoria já de competição, internacional, júnior, sénior, e Open misto de atletas onde qualquer das categorias poderiam participar.

A grande maioria dos atletas presentes neste campeonato regional – Sal 2022, é iniciante na modalidade, com “apenas alguns meses de prática”, dois dos quais portadores de síndrome de Dawn.

Além das categorias Open misto e Parakaraté, a competição por equipas, realizada também pela primeira vez no campeonato de karaté, colocou Espargos contra Santa Maria, num total de quatro atletas por cada grupo, tendo os karatecas da cidade turística, conquistado o troféu de campeão.

Entretanto, a nível individual todos os atletas foram vencedores na sua categoria, laureados com medalhas de prata, bronze e ouro, e no que toca ao Open misto, Daylan Cabral foi o vencedor, tendo revelado ser um “excelente atleta, de nível internacional”.

No final, o presidente do Conselho Técnico da Associação Regional de Karaté da Ilha do Sal (ARKIS), Daniel Pina, era um homem feliz, considerando que a realização deste campeonato “superou todas as expectativas”.

“Foi um grande espectáculo de karaté. Um excelente show. Superou todas as nossas expectativas. Estou muito orgulhoso da equipa que trabalhou connosco neste projecto, e dos atletas que fizeram esse evento acontecer”, enfatizou o sensei Daniel Pina, surpreendido, conforme disse com a actuação dos karatecas, do mais pequeno ao mais graúdo.

Por sua vez, o representante da Federação Nacional de Karaté, Luís Fortes, deu nota positiva à organização do evento, acentuando que esta foi uma das melhores actividades de karaté realizadas em Cabo Verde, destacando a presença dos pais que acompanharam os filhos para assistir e participar nas competições.

“Muito bem organizado, com a participação de atletas dos 4 aos 36 anos. O karaté em Cabo Verde tem futuro… Já semeamos, agora é fazer a colheita”, manifestou o mestre Luís Fortes, lembrando que Cabo Verde já fez grandes exibições a esse nível lá fora, na Europa, em Marrocos, Espanha, também Dakar, Senegal.

Falando em nome dos colegas, David Cópola, um dos atletas da equipa de Santa Maria que leva a taça para a casa, manifestou-se feliz com o resultado.

“É uma grande honra participar nesta equipa, bem estruturada. Soubemos dividir bem a forma de combate, o que nos ajudou a alcançar esta vitória. Também a nível individual tivemos muitas medalhas”, exteriorizou visivelmente feliz.

O presidente do Conselho Técnico da ARKIS, Daniel Pina, avançou que os vencedores desta edição, vão participar “em massa”, no Campeonato Nacional de Karaté previsto para o próximo mês de Julho na Cidade da Praia.

“Pretendemos levar um time formado com cerca de 12 atletas para participar no campeonato nacional. Essa é a meta mínima, mas podemos levar mais porque temos atletas com nível nacional, tranquilamente. Não só os que levaram medalhas de ouro, mas outros atletas que têm, também grande potencialidade”, concluiu o mestre em karaté.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest