FCF realiza ainda este ano formação em língua inglesa e francesa para os árbitros internacionais

A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) vai realizar, ainda este ano, uma formação em língua inglesa e francesa para os árbitros internacionais, anunciou esta quarta-feira, 02, na Cidade da Praia, o presidente do Conselho Nacional de Arbitragem, Iliseu Fortes.

Iliseu Fortes avançou esta informação após o acto de entrega das insígnias da FIFA para 2022 a dez árbitros internacionais, sendo quatro juízes principais e seis assistentes.

“Tendo em conta que pertencemos à Zona II, onde predominam a língua inglesa e francesa, entendemos que essa formação trará ganhos para os árbitros cabo-verdianos, juntando à que fazem a nível da FIFA e da CAF”, notou.

Ainda neste âmbito, Iliseu Fortes anunciou que a FCF está, há dois anos, a trabalhar num projecto de formação de árbitro junto das universidades com a criação de polos na Cidade da Praia e no Mindelo.

Por outro lado, questionado sobre a ausência dos árbitros nacionais nas grandes competições, nomeadamente a fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN), o dirigente desportivo disse que Cabo Verde está a trabalhar “afincadamente” para conseguir esse desiderato.

“O nosso objectivo principal é colocar um dos nossos árbitros internacionais na montra do futebol mundial, começando, é claro, por uma fase final do CAN”, apontou o presidente do Conselho Nacional da Arbitragem.

O árbitro internacional, Fabrício Duarte, que mais uma vez recebe a insígnia do organismo que rege o futebol mundial, considerou que se trata de um momento “especial”, depois de um ano de “trabalho duro”.

Em relação aos projectos anunciados pela FCF, o árbitro da região de Santiago Sul defendeu que a formação em línguas é uma das melhores ferramentas que um juiz internacional pode ter, depois da parte física e técnica.

Já a árbitra principal Ana Maria Lopes, da ilha do Fogo, disse que a recepção dessa insígnia representa mais confiança, mais trabalho e, sobretudo, maior responsabilidade.

Em nota de imprensa, a FCF destacou o facto de o grupo dos distinguidos integrar duas mulheres juízes de linha e uma árbitra principal.

Lista dos distinguidos:

Árbitro principal: Ana Maria Lopes (Fogo), Fabrício Duarte (Santiago Sul), António Rodrigues (Sal) e Lenine Rocha (Santo Antão Sul).

Árbitro assistente: Evandra Lima (Santiago Sul), Marisa Monteiro (Fogo), Wilson Fernandes (São Vicente), Hélio Semedo (Santiago Sul), Artison Fonseca (Santo Antão Sul) e Djery Lopes (Sal).

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest