Futebol: Sanjoanenses querem fazer da época desportiva 2023-23 “o ano do clube”

Os Sanjoanenses, apesar das “desvantagens em infraestruturas”, prometem fazer da temporada 2022 – 23 “o ano do clube”, que tem no seu palmarés um título de campeão regional de Santo Antão e uma Taça do Porto Novo.

O dirigente desta agremiação desportiva fundada em 1984 Nilton Évora admitiu que “não vai ser fácil” pelo facto de a equipa em partir “em desvantagens em infraestrutura desportivas”, mas a que a direção dos Sanjoanenses promete trabalhar para recolocar este clube “na senda das vitórias”.

“Vamos apresentar uma cara nova na próxima época. Vamos mostrar para todo Santo Antão e Cabo Verde que, se apostar nessa vila (Ribeira das Patas) em termos desportivos, podemos ser um alvo a bater dentro e fora desta ilha”, notou.

Este dirigente dos Sanjoanenses defendeu à Inforpress mudança de “rumo do futebol” em Santo Antão Sul, apostando mais no interior desta região desportiva, que precisa de um campo relvado.

“Temos de mudar o rumo de futebol no concelho e apostar mais no interior, porque o potencial está lá. Só nos falta o que alguns tem e nós não. Triste realidade, mas, ainda este ano, vamos ter que arrancar a nossa época num pelado, coisa que já é quase raro no futebol em Cabo Verde”, avançou Nilton Évora.

Entretanto, o presidente dos Sanjoanenses, Pedro Cruz, tem já em preparação a próxima época desportiva, que arranca em Outubro.

Pedro Cruz confirmou que os Sanjoanenses começaram os preparativos para a temporada 2022 – 2023, iniciando pela formação do plantel da equipa principal, com a aquisição de jogadores, dos quais se destacam o regresso dos médios Codé e Xima, que temporada passada representaram as cores da Académica do Porto Novo.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest