Paralímpicos: Seleção cabo-verdiana prepara-se para o Grand Prix Series na Tunísia 2023

A seleção paralímpica cabo-verdiana encontra-se a trabalhar no Estádio Nacional, com vista à sua participação no Grand Prix Series na Tunísia 2023, que vai ser disputado de 06 a 09 de Fevereiro nesta região do Magrebe.

Marilson Semedo, atleta amputado de um membro inferior e medalha de ouro nos Jogos Africanos da Tunísia’2018, a velocista de baixa visão Heidilene Oliveira, medalha de ouro no World Para Athletics Grand Prix Series’2022 na Tunísia e o seu guia Jailson Oliveira, o fundista amputado de um membro superior Carlos Araújo, e o invisual Jailson Correia e guia Isaías Moniz são os atletas que integram a seleção nacional.

Desta feita os selecionados estão sob a orientação do experiente atleta internacional cabo-verdiano Gracelino Barbosa, medalha de ouro nos Jogos Paralímpicos de 2016, no Brasil, velocista residente em Portugal que já se encontra na Cidade da Praia.

Ao que apurou a Inforpress junto de uma fonte do Comité Paralímpico de Cabo Verde (COPAC), o Grand Prix Series na Tunísia’2023, é uma prova qualificativa para o Campeonato do Mundo Paralímpico 2023 e Jogos Paralímpicos Paris’2024 e Cabo Verde.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest