Qualificação Mundial’2023: Cabo Verde prevê deslocar-se a Costa de Marfim na “máxima força”

O selecionador de basquetebol conta ter todos os internacionais nos últimos treinos, na Cidade da Praia, antes da sua partida para Costa de Marfim, onde vai disputar a quarta e última fase de qualificação africana para o Mundial’2023.

Praticamente na última semana dos treinos, que se iniciaram há cerca de três semana, no Pavilhão Desportivo Vává Duarte, o selecionador de basquetebol de Cabo Verde sénior masculino, Emanuel Trovoada, afiançou que a Federação Cabo-verdiana de Basquetebol (FCB) negociou diretamente com clubes de Espanha, de Portugal e EUA, de modo que todos os convocados integrem os trabalhos nesta fase final.

Avançou que o staff federativo está em contactos com o Real Madrid, para que o gigante e possante estrela cabo-verdiana Edy Walter Tavares possa ser “libertado” para integrar os trabalhos, assim como Ivan Almeida, do Benfica, e Kevin Gomes, do FC Porto, ambos de Portugal, e William, dos EUA de entre outros.

Daí estar otimista em como no inicio da próxima semana poderá contar com todos os convocados, mas até lá promete dar oportunidades a novos jogadores, para que numa eventualidade de serem chamados para reforçar o coletivo estejam capazes de poder responder às exigências.

Ao considerar que o balanço tem sido positivo, já que a equipa técnica aproveitou para trabalhar com alguns dos jogadores de São Vicente e do interior de Santigo, que se encontravam nesta cidade a competir na Praia League para além de alguns talentos de sub-16 e sub-18, Mané, como é também conhecido, indicou que estes reforços ajudaram sobretudo “os jogadores que vieram da terceira janela para que não desligassem o motor”.

“Esta quarta janela vai ser de grande responsabilidade. Hoje já chegaram mais alguns jogadores, o Victor Andrade (proveniente da Argentina) já cá está, o Michel aterra hoje, o Puto que estava na Boa Vista já cá esta. Isto vem nos dando garantia”, realçou Mané, confiante em como a lei da FIBA permite que os jogadores que joguem nos estrangeiros apresentem entre os dias 14 e 22.

Trovoada reafirmou que Cabo Verde está focado no seu objetivo de se qualificar para o Mundial e que todo os jogadores têm vindo a reforçar-se individualmente, coletivamente e fisicamente, pelo que enalteceu o trabalho realizado pelo preparador físico, pelo fisioterapeuta na recuperação dos jogadores e todo o staff, para que Cabo Verde chegue a Costa do Marfim na sua máxima força.

As próximas duas fases dos jogos de qualificação irão decorrer de 26 a 28 de Agosto de 2022 e 24 a 25 de fevereiro de 2023, respetivamente.

Cabo Verde pertence ao Grupo E constituído por seis equipas e ocupa o segundo lugar.

Os jogos a serem disputados em Agosto próximo serão com a Guiné Conacri, a 26 do corrente, Angola a 27, e Costa de Marfim a 28, todos no Palácio dos Desportos de Treichville, em Abidjan (Costa do Marfim).

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest