Stopira deixa Seleção Nacional após 16 anos ao serviço dos Tubarões Azuis

A informação foi avançada pela Federação Cabo-verdiana de Futebol numa publicação nas redes sociais.

O internacional cabo-verdiano Ianique dos Santos Tavares, Stopira, vai deixar a seleção nacional. A Federação Cabo-verdiana de Futebol fez o anúncio nesta terça-feira, 4 de junho, numa publicação no Facebook, onde também agradeceu o defesa de 36 anos pela dedicação aos Tubarões Azuis.

“A Federação Cabo-verdiana de Futebol, todo o staff da Seleção e todos os cabo-verdianos agradecem ao jogador pela dedicação à Seleção, pelo amor à camisola que sempre vestiu com orgulho. Obrigado, Stopira”, escreveu a mesma fonte.

Nascido na cidade da Praia, Stopira iniciou a jornada como jogador nos clubes regionais de Santiago Sul como Boavista e Sporting da Praia. Na sua jornada internacional, jogou pelos clubes portugueses Santa Clara e Feirense e ainda teve uma curta passagem pelos espanhois do Desportivo, tendo mais tarde jogado na Hungria.

Segundo a própria Federação, o defesa começou a jogar pela seleção nas camadas jovens, tendo participado nos Jogos da Lusofonia, mas, a sua estreia deu-se em 2008 quando a seleção cabo-verdiana jogou contra as Maurícias e desde então jogou 62 partidas com a camisola dos Tubarões Azuis.

Ainda a serviço da seleção, Stopira marcou três golos, sendo o primeiro em 2018 frente à Tanzânia, no Estádio Nacional. “Em 2012 mudou-se para a Hungria e por lá ficou até 2023 onde apenas jogou no Videoton, que mudou o nome para MOL Fehérvár FC”.

“A presença no CAN em 2015, 2021 e 2023 foi o seu momento alto da carreira internacional”, enfatizou a Federação que ainda deu conta que atualmente Stopira joga no Boavista da Praia.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest