Dia Mundial do Ambiente: Aldeia Infantil SOS aposta na plantação de árvores para o bem-estar do ambiente

Dia Mundial do Ambiente: Aldeia Infantil SOS aposta na plantação de árvores para o bem-estar do ambiente

As crianças da Aldeia SOS de São Domingos participaram hoje do projecto “Cidade Verde” visando a plantação de árvores no espaço da Aldeia, uma iniciativa enquadrada nas celebrações do Dia Mundial do Ambiente, assinalado hoje.

Para o director nacional da Aldeia SOS, Ricardo Andrade, é preciso mudar a consciência das pessoas e apostar “nessa nova geração” para que tenha uma consciência ambiental e restaurar o meio ambiente, levando em conta, segundo o mesmo, os problemas que vem surgindo a nível do ambiente, provocadas pelas alterações climáticas.

“Em celebração a esta data associamos ao projeto ‘Cidade Verde’ no sentido de ter mais espaços verdes na Aldeia e trazer essa consciência para as crianças, essa sensibilização, isto é, na forma de cuidar e proteger o meio ambiente”, disse Ricardo Andrade.

Neste caso foram plantadas árvores frutíferas que, para além de proporcionarem sombras, trazendo o bem-estar ao ambiente, podem colher alimentos, frisou o director.

Por outro lado, o ambientalista Emiliano Orte destacou a importância do acto, referindo que a intenção é sensibilizar os jovens para aderirem às acções de protecção do meio ambiente, tendo em conta o número reduzido de ambientalistas no país.

Para as Nações Unidas, essa acção e liderança são vitais à medida que a humanidade enfrenta uma “intensificação preocupante” da tripla crise planetária, a das alterações climáticas, a da natureza e da perda de biodiversidade e a crise da poluição e dos resíduos.

Assim, para inspirar para a mudança e incutir na nova geração a consciência ambiental, as Aldeias Infantis SOS em Cabo Verde e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) juntam-se para assinalar a data através da referida actividade em parceria com ativistas do projecto “Cidade Verde”.

O Dia Mundial do Ambiente este ano é assinalado sob o lema “Nossa Terra. Nosso Futuro: nós somos a #GeraçãoRestauração”, centrado na restauração de terras, preservação da desertificação e na construção de resiliência.


Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest