“É um privilégio ter sido nomeado diretor Interino do Hub Cabo Verde da The Tony Elumelu Foundation- Odair Varela

O cabo-verdiano Odair (Dai) Varela afirmou que é um privilégio ter sido nomeado director Interino do Hub Cabo Verde da The Tony Elumelu Foundation e prometeu assumir com sentido de responsabilidade esta função para a qual foi confiada.

A Fundação Tony Elumelu é a principal organização filantrópica que capacita jovens empresários africanos em todos os 54 países do continente e desde o seu lançamento, em 2015, o Programa de Empreendedorismo da Fundação Tony Elumelu tem catalisado o crescimento económico, impulsionando a erradicação da pobreza e assegurando a criação de emprego na África.

Neste sentido, Odair Varela considerou que é desafiante trabalhar com uma equipa extraordinária de líderes nos 54 países africanos que estão tão comprometidos quanto ele em fazer a diferença.

“Sinto a responsabilidade e um privilégio por ter sido selecionado para essa função interina de um ano para fazer essa ponte a partir de Cabo Verde”, afirmou.

Enquanto director interino, explicou, vai ser uma ponte entre a Fundação e os bolseiros, ou seja, os empreendedores e os empresários que se candidatarem ao montante de 5.000 dólares americanos que serão disponibilizados para servir como capital inicial para os seus projectos e negócios.

Conforme disse, procurar encontrar oportunidades para os jovens é uma paixão, aliás, afirmou, algo que tem feito há alguns anos, através de entrega voluntária de procura de oportunidades à juventude cabo-verdiana.

“E tenho feito essa divulgação através da minha microempresa, a Jovemtudo, uma produtora cultural, então durante este tempo tenho procurado entregar essas oportunidades aos jovens”, especificou.

De modo que, reconheceu, essa entrega tem que ser de muita responsabilidade, ajudando os empreendedores nacionais a conseguirem este capital não reembolsável, que, acredita, vai fazer diferença “enorme” nos seus projectos.

“Então, a entrega tem que ser forte para produzir algo de bom”, reforçou, apelando aos jovens a se candidatarem.

Assegurou que só terão a ganhar se conseguirem este financiamento ou também mentorias a nível internacional.

Aproveitou para informar que as candidaturas ao Programa de Empreendedorismo da The Tony Elumelu Foundation encontram-se abertas até 01 de Março a todos os cidadãos africanos e residentes legais que tenham ideias de negócio ou negócios existentes com não mais de cinco anos, através do endereço www.TEFConnect.com.

No âmbito do Programa desta fundação, adiantou, já foram investidos 102 milhões de dólares americanos, sendo 80 milhões pagos diretamente como capital inicial para o crescimento das actividades de empresas africanas em fase de arranque.

Entre os 15.847 empresários financiadas em 54 países africanos alguns empreendedores cabo-verdianos já beneficiaram financeiramente deste Programa (incluindo ele, através da Jovemtudo Cabo Verde em 2017).

Também, indicou, foram criados mais 400.000 empregos directos e indirectos pelas empresas Tony Elumelu Foundation (TEF) nas suas comunidades, em África.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Pode gostar também

Deixe um comentário

Follow Us