Agricultores no Planalto Leste continuam a contabilizar prejuízos causados pelos ventos fortes

Os agricultores no Planalto Leste continuam a contabilizar danos causados pelos ventos fortes e secos que, há quatro dias, estão a fustigar as plantações nesta parcela da ilha de Santo Antão.

O agricultor Arlindo Lopes avançou à Inforpress que o feijoal tem sido uma das plantações mais castigadas pelo mau tempo que se abateu, desde o dia 13, sobre o Planalto Leste, provocando danos também nas plantas fruteiras.

No caso do feijoal, a espécie ervilha tem sido a mais afectada, segundo este agricultor, que avançou que os prejuízos “são já muitos”.

Josefa Sousa, também agricultora, voltou hoje a lamentar o facto de as árvores fruteiras estarem igualmente a ser afectadas, o que deixa antever uma produção fraca este ano, à semelhança dos anos anteriores.

Estes ventos acorrem numa altura em que as fruteiras, sobretudo marmeleiro e macieiras, estão na fase de floração, razão pela qual o mau tempo vai condicionar “certamente” a produção deste ano.

A produção de frutas no Planalto Leste tem sido, também, nos últimos anos, muito condicionada pela seca que atinge Santo Antão desde 2017.

Além do Planalto Leste, os ventos têm atingido outras localidades em Santo Antão.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest