CEDEAO elogia projecto Sistemas Agroflorestais implementado pela ADPM em Santo Antão

O projecto sobre sistemas agroflorestais que está a ser implementado em Santo Antão, pela Associação para a Defesa do Património de Mértola (Portugal), merece destaque da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

Conforme esta associação portuguesa, as actividades realizadas no primeiro ano do projecto, iniciado em Março de 2021, foram elogiadas pela CEDEAO, através do seu representante em Cabo Verde, Samuel Lamptey.

O representante da FAO esteve, semana passada, de visita a Santo Antão e se inteirou das actividades deste projecto, que é uma iniciativa enquadrada no projecto GCCA+ West Africa, financiado pela União Europeia, no âmbito do programa Intra ACP da “Global Alliance against Climate Change Plus”.

Este programa, que visa “participar no esforço regional da África Ocidental para implementar o “Acordo de Paris sobre o clima”, é implementado pela Expertise France, sob a liderança política e institucional da CEDEAO, e com a parceria técnica do CILSS.

O projecto sobre sistemas agroflorestais em Santo Antão entrou já na segunda fase, em que formações em maneio holístico e nutrição animal são algumas actividades previstas.

Nesta segunda fase, além de formações em maneio holístico e nutrição animal, o projecto pretende ainda levar a cabo “experiências com hidrogéis e ensaios para produção de ração, além de um seminário.

Na primeira fase, o projecto consistiu na criação de três campos experimentais, onde já foram realizados ensaios de cultivos de diferentes espécies e foi criado um viveiro em Casa do Meio onde diferentes tipos de sementes estão a ser plantadas.

No Planalto Leste, foi instalado um sistema de captação de água dos nevoeiros.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest