“Duargena Five Star Living” vai alavancar desenvolvimento do Fogo, diz apresentador do projeto

O projeto de empreendimento turístico e imobiliário “Duargena Five Star Living”, um investimento privado na ordem dos 37 milhões de euros, vai alavancar o desenvolvimento da ilha do Fogo, disse o apresentador do projeto, José “Djoy” Gonçalves.

Na qualidade de representante da investidora Mónica Sofia, Djoy Gonçalves, que fez hoje a apresentação do projeto durante o encontro de ‘networking’ com os emigrantes, indicou que o projeto iniciou há dois anos com aquisição de terreno e a elaboração do mesmo.

O projeto ‘socializado’ há cerca de dois anos, segundo Djoy Gonçalves, tornou-se ainda maior, passando dos quatro hectares de terreno inicialmente para mais de cinco hectares, sublinhando que “Duargena five star living” é um projeto que ultrapassa os 37 milhões de euros (cerca de quatro milhões de contos).

Segundo o mesmo, o projeto contempla um resort de habitação, hotel de cinco estrelas, heliporto, marina, campos de ténis, clube náutica, praça e inclusive a reabilitação da capela de Nossa Senhora da Encarnação que fica na proximidade.

“Quem vai viver neste empreendimento turístico e imobiliário vai estar num outro mundo que vai nascer na ilha do Fogo”, salientou o representante do empreendimento.

O “Duargena five star living” é um “projeto enorme que vai trazer novo tipo de pessoas para viver na ilha do Fogo com casas de luxo”, referiu o representante, sublinhando que há espaços para bolso de cabo-verdianos e que inclusive pode financiar quem estiver interessado.

Segundo o mesmo, a ilha do Fogo precisa de tudo, de aeroporto, porto e o projeto pretende investir também na questão de transporte, reconhecendo que ultimamente emigrantes já começaram a ver e querem voltar para viver na ilha.

Mónica Sofia, no dizer do seu representante, é um exemplo de determinação, esforço e superação que nasceu numa localidade desprovida de recursos, mas que atingiu sucesso porque teve consciência que através do conhecimento pode atingir o sucesso e agora, depois de 12 anos começou a ver os resultados e quer investir na terra.

O representante da empresa não quis avançar com a data do início e nem sobre a primeira pedra, sublinhando que o objetivo é a última pedra numa referência de que dentro de um ano o empreendimento poderá estar pronto.

Duargena tem projetos no Fogo, Santiago, Boa Vista e vai começar dentro de meses um projeto na ilha do Maio.

A nível da ilha do Fogo também a empresa vai apoiar a câmara de São Filipe na construção de dez casas no quadro do projeto “casas de sonho” para famílias desprovidas de recursos.

O presidente da câmara de São Filipe considerou o projeto uma “excelente oportunidade” para o desenvolvimento do sector turismo residencial no município de São Filipe e na ilha do Fogo, observando que se trata de um “investimento considerável”.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest