Navio Kriola obrigado a ir aos estaleiros da Cabnave novamente devido a problemas na hélice, diz ministro 

O navio Kriola da Cabo Verde Interilhas, da Companhia CV Interilhas, vai voltar aos estaleiros da Cabnave, no Mindelo, devido a problemas na hélice, que se perdeu no último fim-de-semana nas imediações de Ribeira da Barca.

A informação foi avançada na manhã de hoje, no Mindelo, pelo ministro do Mar, Abraão Vicente, que assegurou que a hélice se perdeu no largo da Ribeira da Barca, em Santiago, e agora todas as instituições do Ministério do Mar deverão trabalhar para dar vazão e identificar as causas do incidente.

Entretanto, admitiu a mesma fonte, “em último caso” vai haver rutura nos transportes marítimos.

Em 2019, o navio teve o mesmo problema relacionado com a hélice e os veios e que obrigou a sua paragem por cerca de cinco meses.

Nessa altura, a CV Interilhas foi obrigada a alugar o navio San Gwann, que foi afretado à uma companhia espanhola e com bandeira de Malta, para substituir Kriola nas operações.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest