Operadores turísticos em Santo Antão desejam ver melhorado o acesso a Tope de Coroa antes da época alta

Os guias de turismo em Santo Antão desejam que o acesso a Tope de Coroa, no Planalto Norte, Porto Novo, seja melhorado antes do arranque da época alta do turismo nesta ilha, a partir de Outubro.

Vários guias turísticos, abordados pela Inforpress, mostraram-se “preocupados” com o estado do acesso ao vulcão Tope de Coroa, esperando que o mesmo seja restaurado ainda antes do início da chamada época alta do turismo em Santo Antão, dentro de dois meses, para a segurança dos turistas.

A própria associação dos guias de turismo nesta ilha tem vindo a pedir a reabilitação do caminho de acesso a Tope de Coroa e a construção de um miradouro nessa que é a maior elevação da ilha de Santo Antão.

Tope de Coroa fica situado no parque natural com o mesmo nome, com uma extensão de mais de 84 quilómetros e onde existem 61 por cento (%) de espécies endémicas de plantas típicas de Cabo Verde, muitos dos quais na lista de espécies em vias de extinção, devido ao pastoreio livre.

Saliente-se que os parques naturais de Tope de Coroa, Moroços e Cova/Paul/Ribeira da Torre, na ilha de Santo Antão, vão ter planos de estruturação e conservação, iniciativa que está prevista no quadro do Plano Operacional do Turismo (POT).

Para a estruturação e conservação destes três parques naturais o Governo pretende investir à volta de 12 mil contos, financiamento que consta do POT para o período 2022-2026.

O POT prevê ainda “incentivos” à criação de novas áreas protegidas em Santo Antão, num investimento que rondará seis mil contos, segundo ainda a mesma fonte.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest