Porto Novo: Produtores acreditam que vão cumprir prazo para safra de cana sacarina e industrialização do grogue

Os produtores do grogue no Tarrafal de Monte Trigo, Porto Novo, Santo Antão, acreditam que vão conseguir cumprir o prazo estipulado pela lei sobre a safra de cana de açúcar e industrialização do grogue.

Os produtores do grogue dessa localidade enfrentaram este ano, além da falta de mão-de- obra, o problema de avarias nas unidades de produção da aguardente que acabaram por condicionar as actividades deste ano, mas acreditam que não vão ter a necessidade de pedir ao Governo o prolongamento do prazo.

Graciano Évora, porta-voz dos produtores, disse esta quinta-feira à Inforpress que, apesar de avarias nos equipamentos que afectaram o funcionamento de todas as unidades de produção do grogue nessa localidade, é possível cumprir o prazo estabelecido pela lei para a safra da cana de açúcar e industrialização do grogue.

O período destinado à safra de cana de açúcar e industrialização do grogue começa a 01 de Janeiro e termina a 31 de Maio, conforme a legislação sobre a matéria.

No Porto Novo, os produtores defendem a antecipação da data para 01 de Dezembro, com o argumento de que, nessa altura, a cana sacarina produzida localmente já atingiu a “fase de maturação” por causa do clima.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest