Santo Antão: Associação de condutores da Ribeira Grande pede ao Governo a isenção da taxa de manutenção rodoviária

O presidente da Associação de Condutores da Ribeira Grande apelou ao Governo a isenção da taxa de manutenção rodoviária, justificando que, com o aumento do preço de combustível, ficou “complicado” tirar um dia de trabalho.

“Penso que os sete escudos que pagamos por litro não é para manutenção e sim para construção de estrada, porque é muito dinheiro quando multiplicado por uma tonelada de combustível” salientou Adelino Cruz.

A mesma fonte enfatizou que com o aumento do preço do combustível “tudo” ficou “mais difícil”, porque, segundo o mesmo, muitos dos condutores têm dívidas nas instituições financeiras o que torna mais “penoso” de suportar as despesas.

Entretanto, o presidente da Associação de Condutores da Ribeira Grande elucidou que pretende reunir-se com a autarquia local e também com a entidade reguladora no sentido de fazerem um novo tarifário.

“Se não aumentarmos o tarifário, ficará muito complicado para nós, ou senão   teremos que parar porque não tem como suportar todas as despesas” acentuou.

 

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest