Seca: Governo deveria utilizar recursos dos programas de emergência para adquirir auto-tanques, diz Rosa Rocha

O Governo deveria utilizar recursos no âmbito dos programas de emergência para adquirir auto-tanques novos para o abastecimento das populações e do gado em Santo Antão, face à situação de seca que dura já cinco anos.

A sugestão é da deputada da Nação eleita por Santo Antão, Rosa Rocha, que, face à situação de seca que Porto Novo e Santo Antão enfrentam, que tem suscitado a preocupação das populações e dos criadores de gado, sugeriu que as verbas previstas no âmbito dos planos de emergência sejam canalizadas para a aquisição dos camiões auto-tanques.

No município do Porto Novo, a associação de criadores de gado tem, reiteradamente, pedido ao Ministério da Agricultura e Ambiente (MAA) mais um auto-tanque para o fornecimento de água aos criadores de gado, numa altura em que a única viatura de que dispõem os serviços locais deste ministério está avariada.

“Na minha opinião, o Governo deveria utilizar recursos no âmbito dos programas de emergência para adquirir auto-tanques novos e disponibilizar às câmaras municipais”, disse hoje à Inforpress esta deputada, que tem vindo a alertar para os problemas de abastecimento de água em Santo Antão.

Saliente-se que no quadro de uma parceria com a edilidade porto-novense, a Cruz Vermelha de Cabo Verde colocou à disposição do município do Porto Novo um auto-tanque que tem estado ao serviço das populações.

Rosa Rocha referiu-se ainda ao projeto de água e saneamento de Santo Antão, acusando o MAA de falta de capacidade para a implementação deste projcto, lançado em 2019 pelo Governo.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest