Embaixador em Espanha reitera compromisso com comunidade através de esforços contínuos para atender às necessidades

O embaixador de Cabo Verde em Espanha, José Eduardo Silva, reiterou o compromisso com a comunidade cabo-verdiana e enfatizou os esforços contínuos que têm sido feitos para atender às suas necessidades.

À Inforpress, e em jeito de uma mensagem à comunidade para 2024, o embaixador reafirmou seu compromisso em servir e estar próximo dos cabo-verdianos em Espanha, destacando a continuidade das ações dos antecessores e salientou a importância de responder às necessidades das comunidades onde quer que estejam presentes.

Apesar do reconhecimento de que ainda há espaço para melhorias na qualidade das respostas oferecidas, o embaixador expressou o seu interesse em permanecer próximo e acessível.

“Já temos um avanço imenso feito com toda a automatização de processos e com os portais que já dão agora uma grande circulação à procura rápida de documentos. Estamos a fazer esforços também, aqui em Madrid, no que diz respeito à própria política de imigração”, frisou.

No âmbito da política de imigração, o embaixador afirmou estar empenhado em se aproximar dos órgãos locais espanhóis, buscando bases de diálogo que promovam a integração e o sucesso das comunidades cabo-verdianas.

“Ajudar, nós não vamos fazer isso, porque não podemos substituir-nos às outras comunidades, mas é encontrar instrumentos que possamos ajudar a comunidade a descobrir instrumentos que possibilitem a sua própria evolução como comunidade e o seu sucesso nos locais onde reside”, sustentou.

José Eduardo Silva lembrou, ainda, que o Ministério das Comunidades está em processo de desenvolvimento de iniciativas para “fortalecer” os laços com Cabo Verde, que é vista como um investimento no “bem-estar dos emigrantes e na promoção da qualidade de vida”, além de permitir que eles mantenham contacto constante com sua terra natal.

“Portanto, nas duas frentes, queremos ser agentes úteis, funcionais, flexíveis e que se possam adaptar rapidamente às necessidades dessas comunidades de forma cada vez mais sistemática, resolvendo aquilo que se pode resolver num diálogo sempre de dois lados”, indicou.

O embaixador ressaltou a sua disposição em continuar a trabalhar para “corrigir as falhas”, encontrar novas soluções e avançar em direção ao ideal de um Cabo Verde próspero, tendo enfatizado a importância da interação entre as comunidades e as autoridades nacionais para resolver desafios de forma “eficaz e sistemática”, mantendo sempre um diálogo aberto e colaborativo.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest