Empreendimentos recorrem a selo de origem para valorizar seus produtos no mercado em Santo Antão

Os empreendimentos empresariais em Santo Antão continuam a recorrer ao selo de origem, atribuído no âmbito das Redes Locais de Promoção do Turismo Sustentável e Inclusivo (Raízes) desta ilha para valorizar os seus produtos no mercado.

Informações avançadas pela direção da Raízes, através do seu site, dizem que a empresa Mestres do Grogue é o mais recente empreendimento a ostentar o selo de origem atribuído os produtos genuínos da ilha de Santo Antão, chancela que tem contribuído para a valorização dos produtos provenientes desta região no mercado nacional e internacional.

Mestres do Grogue, segundo Raízes, é “uma coleção única de espíritos finos” desenhados a partir da essência dos grogues tradicionais produzidos nos diferentes vales agrícolas de Santo Antão, utilizando produtos 100 por cento nacional.

Esta empresa, segundo Raízes, está “comprometida em aperfeiçoar os processos de fabricação do grogue e colocar no mercado produtos da mais alta qualidade”.

A direção da Raízes exorta os operadores turísticos, artesãos ou fabricantes de produtos agroalimentares transformados na Ilha de Santo Antão a utilizar o selo de origem, valorizando assim os seus produtos.

Mais de 60 produtos já usam o selo de origem dos produtos genuínos da ilha de Santo Antão.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Pode gostar também

Deixe um comentário

Follow Us