Faleceu o decano dos advogados de Cabo Verde Arlindo Vicente Silva

 O decano dos advogados de Cabo Verde, Arlindo Vicente Silva, faleceu esta terça-feira, em Lisboa, vítima de doença prolongada que, na década de 60, ficou conhecido por assumir a defesa, no Tribunal Militar, dos presos políticos.

Arlindo Vicente Silva, além de advogado, era combatente da liberdade conhecido por defender, no Tribunal Militar, antigos presos políticos, no ano de 1967.

“Um patriota dedicado, um amigo cordial e profissional conceituado, que muito contribuiu para o nascimento da República. Jovem, inteligente e destemido assumiu sem qualquer custo, mas com risco muito elevado, a defesa de presos políticos durante o período colonial fascista”, escreveu o diplomata jubilado e antigo combatente da liberdade da Pátria, Luís Fonseca.

Na sua página oficial do Facebook, Fonseca recordou de Arlindo Vicente Silva como “militante ativo do PAIGC na clandestinidade” que, frequentemente, foi “portador de mensagens de encorajamento da organização do Partido que muito nos ajudou a suportar o encarceramento”.

Luís Fonseca lembrou ainda que foi com o malogrado que o grupo deles na prisão organizou uma grande distribuição de panfletos em várias ilhas no fim do ano de 1968.

“Fez uma brilhante defesa no julgamento do nosso processo no Tribunal Militar que teve lugar na Praia, em Julho de 1969. No ano seguinte, conjuntamente com Felisberto Vieira Lopes, assumiu de novo e com grande êxito, no Tribunal Militar reunido em S. Vicente, a defesa dos camaradas de Santa Catarina que haviam sido presos em 1968, conseguindo desta vez que saíssem em liberdade”, acrescentou Luís Fonseca.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest