Governo aponta transição energética como fundamental para país duplicar potencial do crescimento da economia

O Governo apontou hoje a transição energética como “das mais importantes” para que Cabo Verde tenha uma energia mais barata, mais limpa e menos dependente de fundos externos, visando duplicar o potencial do crescimento da economia cabo-verdiana.

O vice-primeiro ministro e ministro das Finanças deu estas garantias durante a abertura da V Feira Internacional de Energias Renováveis e Eficiência Energética, que decorre na Feira Internacional de Cabo Verde (FIC), evento que se enquadra numa “estratégia mais vasta” do Governo, face ao compromisso com um planeta habitável e um mundo sustentável.

“Isto é fundamental e crucial para Cabo Verde. É crucial para os cidadãos e crucial para as empresas termos uma energia mais barata, uma energia mais limpa e uma energia menos dependente de fundos externos e uma energia mais ancorada nos recursos endógenos. É fundamental para a ação climática, para economia, para as famílias e para as pessoas”, elucidou Olavo Correia.

O governante esclareceu que o executivo está comprometido com a ação climática na perspetiva da mitigação, de resiliência, mas também da adaptação, tendo sublinhado a importância de o país comprometer-se com estes objetivos, realçando que “as mudanças climáticas, a poluição…não são uma quimera e não um problema apenas de países estrangeiro, mas de mundo inteiro.

Este problema, asseverou, afeta sobretudo os pequenos estados insulares, razão pela qual alertou para a assunção destas responsabilidades, por se tratar de um problema ambiental grave, o aquecimento do planeta, razão pela qual exortou a todos no sentido de olhar para um futuro melhor e mais sustentável.

“Nós temos de proteger o nosso planeta e esta é uma responsabilidade de cada um de nós e particularmente dos seus líderes. Nós temos de proteger o nosso território, temos de ter uma responsabilidade porque a nossa visão, a visão do mundo e de Cabo Verde é de um país mais verde, mais azul, mais digital, mais inteligente, mais aberto e mais inclusivo”, afiançou.

A quinta edição da Feira Internacional de Energias Renováveis e Eficiência Energética realiza-se sob o lema “Construindo um Futuro Sustentável”.

Para além da vertente exposição de produtos e serviços de mais de 40 stands nacionais e internacionais, decorre em paralelo o “Fórum Temático” sobre a transição energética com a participação de oradores nacionais e internacionais.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest