Governo está engajado em criar as condições para que agricultura seja uma “realidade empreendedora”- PM

O primeiro-ministro (PM), Ulisses Correia e Silva, afirmou terça-feira o engajamento do Governo, no sentido de criar todas as condições, para que a agricultura seja cada vez mais uma “realidade empreendedora”.

O chefe do Governo falava à imprensa, à margem da inauguração do Projeto Hidroagrícola na localidade da Praia Branca, município do Tarrafal, que vai beneficiar 27 chefes de famílias, na sua maioria mulheres.

“Continuaremos a trabalhar para disponibilizar mais parcelas de terra, investir em energias renováveis para mobilização de água e massificar a rega gota-a-gota. Queremos que a agricultura seja cada vez mais uma realidade empreendedora em Cabo Verde”, destacou.

Ulisses Correia e Silva mostrou-se ainda satisfeito pelo facto da maioria dos beneficiários do projeto serem mulheres e jovens, o que, segundo o mesmo, mostra que a “agricultura e a terra não são só para os homens”, mas também para as mulheres e os jovens.

“Este tipo de projetos tem um impacto muito positivo, porque cria oportunidades e é uma forma de combater a pobreza e criar condições de rendimento e emprego a diversas famílias”, realçou.

O primeiro ministro afirmou ainda que até 2024 haverá uma grande mudança no sistema de transportes marítimos interilhas, o que vai também permitir aos agricultores escoar os seus produtos para outras ilhas sem grandes dificuldades.

Em nome dos beneficiários, Romina Soares destacou que o projeto vai ter “grande impacto na vida das famílias contempladas e beneficiar outros moradores, com a criação de emprego.

O projeto Hidroagrícola na localidade da Praia Branca foi financiado pelo Ministério de Agricultura e Ambiente – MAA, através do Programa de Promoção de Oportunidades Sócio Socioeconómicas Rurais – POSER.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest