Governo inicia processo para reforma do modelo de financiamento do ensino superior em Cabo Verde

O Governo, através Unidade de Gestão de Projectos Especiais (UGPE), tem aberto um concurso internacional para o recrutamento de uma consultoria para apoiar o Ministério da Educação na reforma do modelo de financiamento do Ensino Superior em Cabo Verde.

Na nota explicativa do concurso, a UGPE explica que o Programa do Governo elegeu como prioridades transformar Cabo Verde num país com mais oportunidades para os jovens através de uma educação inclusiva e de excelência, tornando a rede educativa cabo-verdiana num sistema resiliente e confiável na promoção da pesquisa aplicada.

De igual modo, acrescentou, pretende o alinhamento do Ensino Superior nacional com as melhores práticas internacionais em termos de regulamentação, currículo e qualidade internacional.

Para tal, indicou a unidade que nos últimos anos o executivo tem tomado “medidas significativas” com o objectivo de consolidar os ganhos alcançados no domínio do Ensino Superior, ciente dos desafios da qualidade da oferta formativa/empregabilidade para responder os desafios de desenvolvimento do país, bem como a sustentabilidade financeira do Sistema Nacional de Ensino Superior.

Contudo admite o executivo que o modelo cabo-verdiano de financiamento do ensino superior e o regime jurídico precisam de revisão para responder eficazmente aos desafios actuais.

Por isso defende, na mesma nota publicada na página do Ministério da Educação, que “é necessário reconsiderar o sistema cabo-verdiano de financiamento do ensino superior para maior sustentabilidade, de modo a permitir cumprir o seu papel insubstituível na transformação da sociedade cabo-verdiana”.

Com o concurso internacional ora lançado, o Governo pretende contratar uma consultoria para apoiar o Ministério da Educação na reforma do modelo de financiamento do Ensino Superior em Cabo Verde, “com foco na melhoria dos indicadores de desempenho, qualidade do ensino superior e empregabilidade dos licenciados”.

O prazo para a formalização das candidaturas é até 23 de Fevereiro.

Cabo Verde conta com um total de 11 instituições do ensino superior, dos quais dois são públicos, a Universidade de Cabo Verde (Uni-CV) e a Universidade Técnica do Atlântico (UTA).

De natureza privada existem a Universidade Jean Piaget (Uni Piaget), a Única, a Universidade de Santiago, o Instituto Superior de Ciências Económicas e Empresariais (ISCEE), o Instituto Superior de Ciências Jurídicas e Sociais (ISCJS), a Universidade de Mindelo, a Universidade Lusófona, a Mindelo Escola Internacional de Arte (M_EIA) e Escola Universitária Católica.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest