Governo reforça visão para o turismo do desenvolvimento sustentável e inclusivo em todas as ilhas

O Governo reafirmou hoje a sua visão para o turismo do desenvolvimento sustentável, visando a preservação dos recursos ambientais e culturais em todas as ilhas de uma forma inclusiva, para que a população cabo-verdiana possa tirar proveito.

Esta convicção foi manifestada pelo ministro do Turismo e Transporte, Carlos Santos, na abertura do Comité de Pilotagem Conjunta dos Projectos de Preparação (Readiness) financiado pelo Fundo Verde para o Clima (GCF), e “Reforçar as capacidades de Cabo Verde na abordagem dos efeitos das alterações climáticas em sectores-chave da Economia Azul”, que se realiza no Ministério das Finanças.

Carlos Santos disse que Cabo Verde quer fazer com que o turismo seja cada vez mais amigo do ambiente e das pessoas, mas também que coloca a população no centro deste processo que tem o turismo como o sector primário da economia cabo-verdiana, mas que o executivo tem perfeita noção de que as mudanças climáticas poderão ser um grande inimigo para o desenvolvimento do turismo e da economia.

Daí, realçou que há uma forte consciência do executivo no sentido de aliar as suas acções aos compromissos assumidos nos fóruns internacionais ligado ao ambiente, em prol da descarbonização da economia e da transição energética para a economia verde e azul nos próximos anos.

O Governo, afirmou, entendeu iniciar um conjunto de acções que possam contribuir para que Cabo Verde materialize os compromissos firmados, designadamente ao nível do acordo de Paris, razão pela qual se pretende associar ao Fundo do Clima para complementar os esforços já implementados, designadamente, através do programa de sustentabilidade do turismo.

O projecto “Reforçar as capacidades de Cabo Verde na abordagem dos efeitos das alterações climáticas em sectores-chave da Economia Azul” foi lançado em 2022 para ajudar o Governo a integrar plenamente as questões climáticas na economia azul e na implementação das prioridades definidas na Contribuição Determinada Nacional e no Programa Nacional de Adaptação.

Já o projeto Readiness “Suporte para o Programa País e Planeamento para Turismo Sustentável em Cabo Verde”, é executado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO) e tem como objetivo desenvolver um programa nacional para Cabo Verde, visando facilitar e desbloquear o fluxo de fundos climáticos na implementação de projetos e programas de mitigação e adaptação.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest