Governo vai construir 453 novas habitações sociais no Mindelo e na Cidade da Praia

O Governo anuncia que vai construir 453 habitações sociais, sendo 197 na Cidade da Praia, Santiago, e 256, no Mindelo, São Vicente, e que o lançamento do concurso para o efeito vai decorrer a curto prazo.

O primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, que fez esta revelação durante o debate sobre o Estado da Nação, decorrido esta sexta-feira, 29, no Parlamento, disse ainda que na capital vão ser reabilitadas 750 moradias.
Indicou, por outro lado, contratos programa com as câmaras municipais, no montante de 180 mil contos, para a reabilitação de casas.

“A habitação é um ponto crítico”, admitiu o chefe do Governo, que reconheceu que o País tem um “grave problema” de habitação e de habitabilidade.

A prioridade dos investimentos públicos, segundo Correia e Silva, tem sido a reabilitação de casas das famílias mais pobres a nível nacional e o realojamento das extensas zonas de barracas no Sal e na Boa Vista.

Assim, disse, na Boa Vista foram construídas 256 habitações para realojamento de pessoas que residem em barracas, enquanto no Sal foram edificadas 550.

“São investimentos que abrangem arruamentos, construção de redes de água, eletricidade e de esgotos e espaços sociais comunitários”, frisou.

Para o primeiro-ministro, a médio e longo prazo, o Governo terá que investir 256 milhões de euros para responder ao défice qualitativo existente de 40 mil casas.

“Recursos do Fundo do Ambiente estão afetados com prioridade para investimentos, em parceria com os municípios, para permitir o acesso de 15 famílias mais pobres e vulneráveis à rede de água e de esgotos e a instalações sanitárias”, indicou o chefe do Governo.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest