Graça Machel: É tarefa dos jovens “determinar onde os africanos devem estar e como devem ser”

A defensora dos direitos humanos Graça Machel disse, em Cabo Verde, que os jovens africanos devem desempenhar um papel  activo no processo de desenvolvimento do continente.

“Não temos que absorver aquilo que os outros fazem”, disse aquela proeminente figura moçambicana, que frisou que os jovens têm a responsabilidade de “determinar onde os africanos devem estar e como devem ser”.

Ela explicou que a mensagem é “no sentido de termos consciência de assumirmos a nossa identidade e consciência de que nós valemos, temos que valorizar isso tudo.”

Machel teceu estas considerações ao visitar o campo de concentração do Tarrafal, este fim de semana, no âmbito da deslocação ao arquipélago a convite do Instituto de Liderança Pedro Pires para participar nas actividades alusivas ao 98º aniversário natalício de Amílcar Cabral.

Na segunda-feira, Graça Machel teve um encontro com o Presidente da República, José Maria Neves.

Ainda sobre Amílcar Cabral, o primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, disse que o centenário do intelectual e libertador, em 2024, vai ser um grande momento marcante.

O chefe do Executivo garante que o Governo tem estado a trabalhar em parceria com a Fundação Amílcar Cabral para se poder fazer uma celebração digna a figura do líder histórico.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us