Guarda Municipal da Praia apreende grande quantidade de produtos fora de validade

Segundo a edilidade praiense, a maioria dos produtos apreendidos são consumidos por crianças, como gomas, bolachas, gelatinas e sumos.

A Guarda Municipal da Praia apreendeu neste mês grande quantidade de produtos alimentícios fora de validade e outros armazenados em sacos de plásticos nocivos. A informação foi divulgada nesta sexta-feira, 07, pela Câmara Municipal da Praia, que avança que a operação foi realizada após denúncias dos munícipes.

Segundo a autarquia, a maior parte dos produtos apreendidos são consumidos por crianças e já houve casos de crianças que tiveram ataque alérgico, supostamente por terem consumido gomas que compraram na rua.

“Neste sentido, agindo em consequência, a Guarda Municipal desencadeou um conjunto de operações no qual apreendeu, ao nível do comércio ambulante e retalhista, grandes quantidades de gomas com prazo de validade, expirado ou rasurado, colocados em sacos de plásticos sem rótulos e destinados às crianças, bem como, vários produtos, entre os quais, bebidas alcoólicas, doces, sumos, penso higiénico, bolachas, gelatinas, medicamentos, para além de 1764 sacos de mancarra com prazo de validade expirado, apreendido num dos armazéns grossistas da cidade da Praia”, lê-se num comunicado da edilidade.

A autarquia local lamenta que o mercado da capital tenha sido “inundado” por diversos produtos de consumo com validade vencida ou prazo de validade rasurado e alega que a Guarda Municipal tem dispensado uma atenção especial aos produtos que estão sendo comercializados pelas vendedeiras ambulantes.

A Câmara Municipal da Praia esclarece que a atuação tem sido “puramente pedagógica, que as medidas implementadas não visam prejudicar ninguém” e entende que os comerciantes/vendedeiras trabalham, arduamente, para o sustento das famílias e educação dos filhos, mas defende que façam de forma correta.

A mesma fonte acrescenta ainda que vem sendo realizado, primeiramente, campanhas de sensibilização juntos dos mesmos, no sentido de os fazer entender que não podem vender, aos consumidores, produtos com prazo de validade vencido, sob pena de colocar em risco a saúde pública.

A Guarda Municipal da Praia exorta também aos consumidores e munícipes da Praia para estarem atentos aos prazos da validade dos produtos e alerta ainda aos clientes para caso notarem qualquer tipo de irregularidade no prazo, exijam a troca, a devolução do dinheiro e denunciem a irregularidade junto às autoridades.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest