Hospital Regional Santa Rita Vieira reforçado com mais uma ambulância

O Hospital Regional Santa Rita Vieira (HRSRV) recebeu hoje mais uma ambulância completamente equipada, o que vai permitir melhorar os serviços do hospital e responder às demandas da Região Santiago Norte, já que agora funciona com duas viaturas.

Em declarações à imprensa, a presidente do conselho de administração (PCA) do HRSRV, Ludmilde Pina, explicou que a viatura é uma oferta da CV Telecom, considerando que o veículo possui “muito significado” para a equipa e toda a região.

Lembrou a unidade de saúde presta cuidados secundários à população dos seis municípios que compõem a região e a demanda é grande, sendo assim, ter duas ambulâncias permite uma melhor prestação de serviços e cuidados.

Não obstante, com uma viatura conseguissem dar resposta às demandas, recordou que tempo houve funcionavam sem apoio de nenhuma ambulância e que a aquisição da imeira veio melhorar a situação e esta segunda vai reforçar e complementar o trabalho que tem sido feito.

Segundo a mesma fonte, a viatura hoje recebida é uma ambulância do tipo D, com todas as condições para fazer um transporte seguro de doentes e ao mesmo tempo permitir aos profissionais de saúde fazer uma viagem mais cómoda e mais tranquila.

Por seu turno, o presidente do conselho de administração da CV Telecom, João Domingos Correia, considerou que este é um “equipamento complementar ao sistema de saúde que se tem na maior região sanitária do país e que tem muitas carências”.

Conforme evidenciou, a CVTelecom tem acompanhado a evolução do hospital, realçando que desde a sua criação tem enfrentado várias dificuldades, pese embora alguma evolução, mas que ainda carece de necessidades.

Esta ambulância, segundo o PCA vai permitir fazer a recolha de amostras para análises, fazer a ligação entre o HRSRV e o Hospital Universitário Agostinho Neto na cidade da Praia, onde tem mais meios de diagnóstico e assim “facilitar” o tratamento dos pacientes na região Santiago Norte.

“Esta é uma das ambulâncias mais bem equipadas do país”, disse João Domingos Correia, sublinhando que o objectivo é melhorar os indicadores da saúde na região.

Inforpress

Artigo atualizado no dia 4 de julho

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest