Índice de Preços no Consumidor registou em Abril uma taxa de variação mensal de 0,1% – INE

O Índice de Preços no Consumidor (IPC) registou, no mês de Abril, uma taxa de variação mensal de 0,1% (por cento), valor inferior em 0,6 p.p ao registado no mês anterior, informou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo a mesma fonte, a taxa de variação acumulada do IPC foi de 0,8%, taxa superior em 1,3 p,p à observada no mês homólogo do ano anterior.


“A taxa de variação homóloga do IPC total, no mês de Abril de 2021, foi de 0,4%, valor superior, em 0,4 p,p em relação ao mês anterior”, destaca o INE, acrescentando que no período em análise, o IPC registou uma variação média dos últimos doze meses de 0,0%, valor idêntico ao registado no mês anterior.


A mesma fonte indicou ainda que o indicador de inflação subjacente (índice total excluindo energia e alimentares não transformados) assinalou uma variação homóloga de 0,4%, valor inferior em 0,6 p.p. ao registado em Março de 2021.


De acordo com o INE, o indicador que permite um acompanhamento corrente do andamento dos preços, o valor desta taxa de variação, é “particularmente influenciado” por efeitos de natureza sazonal e outros mais específicos localizados num dos meses comparados.


A variação homóloga compara o nível do índice entre o mês corrente e o mesmo mês do ano anterior.


Esta taxa de variação, perante um padrão estável de sazonalidade, não é afectada por oscilações desta natureza podendo, no entanto, ser influenciada por efeitos localizados num mês específico.


O IPC é um indicador que tem por finalidade medir a evolução no tempo dos preços de um conjunto de bens e serviços considerados representativos da estrutura de consumo da população residente em Cabo Verde. O IPC não é, desta forma, um indicador do nível de preços registado entre períodos diferentes, mas antes um indicador da sua variação.

 

Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Pode gostar também

Deixe um comentário

Follow Us