José Maria Neves destaca papel de Portugal e do seu homologo português com “presença forte” e auxílio durante pandemia

 O Presidente da República, José Maria Neves, considerou, em Lisboa, que durante a pandemia o seu homologo português foi um impulsionador da “presença forte” de Portugal, que acudiu Cabo Verde num momento “extraordinariamente difícil”.

O chefe de Estado fez esta constatação na noite de sexta-feira, 29, durante a recepção de retribuição oferecida ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no Centro Cultural de Cabo Verde (CCCV), em Lisboa, com a presença de representantes da comunidade cabo-verdiana, embaixadores e representações diplomáticas de vários países na capital Portuguesa.

“Durante a pandemia foi um impulsionador da forte presença de Portugal que nos acudiu no momento extraordinariamente difícil. Neste momento que conhecemos grandes amigos. Também já convidei, indiretamente, o professor Marcelo Rebelo de Sousa a visitar Cabo Verde”, disse.

Para José Maria Neves, Cabo Verde e Portugal são dois países que estão a “surpreender” pela forma como depois da independência e da liberdade e democracia neste país europeu, conseguiram manter relações “tão intensas e tão sólidas e cheia de cumplicidade”
Sublinhou que gostaria de demonstrar nesta visita toda a elevação de parceria estratégica que existe entre os dois países, em que o contributo de Marcelo Rebelo de Sousa tem sido determinante.

“Espero que esta visita abra novas avenidas para o reforço das relações, para chegarmos aos novos patamares, estamos destinados a fazer mais e melhor para que as gerações futuras possam lembrar do trabalho que estamos a fazer neste momento”, reiterou.

Também na sexta-feira, 29, José Maria Neves participou no “Diálogo entre Presidentes”, da Edição 2022 do Fórum Euro Africano, teve um encontro com os presidentes de câmaras municipais portuguesas geminadas com as câmaras municipais cabo-verdianas, e visitou Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE) e a Embaixada de Cabo Verde em Portugal.

Para hoje, o Presidente da República estará no Algarve para um dia intensivo de contacto com as autarquias locais e a comunidade cabo-verdiana naquela região de Portugal, com a presença do ministro das Comunidades, Jorge Santos.

José Maria Neves está em Portugal para uma visita oficial de quatro dias, a convite do seu homólogo português Marcelo Rebelo de Sousa, visando o reforço dos laços históricos, políticos, económicos e culturais entre os dois países.

Nesta primeira visita oficial de José Maria Neves a Portugal, como chefe de Estado, o antigo primeiro-ministro faz-se acompanhar de, entre outras personalidades, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Integração Regional, Rui Figueiredo Soares, e do presidente da Associação Nacional dos Municípios de Cabo Verde (ANMCV), Herménio Fernandes.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest