José Maria Neves reúne-se com homólogo sul-coreano

O Presidente da República, José Maria Neves, foi recebido esta segunda-feira, 03, pelo seu homólogo sul-coreano, Yoon Suk Yeol, com quem analisou o reforço da cooperação bilateral entre os dois países.

Numa publicação efetuada na sua página na rede social Facebook, a Presidência da República avança que durante o encontro os dois chefes de Estados manifestaram o desejo de aprofundar a amizade e a cooperação entre os dois países

“Das áreas de interesse mútuo, os chefes de Estado destacaram a economia azul, a transformação digital, a agricultura, o desenvolvimento de recursos hídricos, transporte e turismo, além da educação, ensino superior e inovação”, avança a mesma fonte.

Um dos pontos altos do encontro foi a expectativa da conclusão de um acordo aéreo entre Cabo Verde e a Coreia do Sul para “breve”, o que facilitará a conectividade e o intercâmbio entre os dois países.

O Presidente da República manifestou-se também otimista quanto à Cimeira de Negócios Coreia-África, que irá acontecer paralelamente à Cimeira de Chefes de Estado, uma vez que constitui uma oportunidade para atrair investimentos coreanos para o arquipélago.

José Maria Neves encontra-se de visita à Coreia do Sul para participar na Cimeira Coreia/África, prevista para os dias 04 e 05 deste mês, sob o lema “O Futuro que Construímos: Crescimento Partilhado, Sustentabilidade e Solidariedade”.

Nesta terça-feira, 04, o chefe de Estado cabo-verdiano irá intervir na sessão plenária, que decorrerá no Centro Internacional de Exposições da Coreia (KINTEX). onde fará uma comunicação sobre “Cooperação para o Desenvolvimento e Crescimento Inclusivo”.

No dia 05, José Maria Neves irá integrar o painel ladeado de sete homólogos africanos, sobre o tema “Expansão do Comércio e Criação do Emprego”.

Nesta deslocação, o Presidente da República far-se-á acompanhar pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Integração Regional, Rui Figueiredo Soares.

A Cimeira Coreia/África 2024 pretende “discutir soluções colaborativas para promover a força coletiva e a solidariedade para o desenvolvimento sustentável, com destaque para a resolução de desafios globais, como as alterações climáticas, a segurança alimentar, a estabilidade da cadeia de abastecimento e a segurança sanitária”.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest