Legislativa 2021/Maio: Cabeças-de-lista votaram logo pela manhã e apelaram aos eleitores a exercerem o seu dever cívico ao voto

Os três cabeças-de-lista dos partidos que concorrem à eleição de hoje no Maio exerceram o seu direito cívico esta manhã e aproveitaram a ocasião para apelar os eleitores a “fazerem o mesmo para se evitar a abstenção”.

O primeiro a votar foi cabeça-de- lista do PAICV, Edson Alves, pouco depois das 07:00, que na mesa da Escola Básica António Cruz Silva, na cidade de Porto Inglês, e, logo de seguida, deixou o seu apelo para que as pessoas exerçam o seu direito de forma “justa e em consciência, respeitando as normas sanitárias”, para diminuir a taxa de abstenção.

Conforme afiançou aquele candidato, apesar de tudo estar a decorrer “dentro da normalidade”, disse ter verificado “uma tentação por parte da candidatura adversária em intimidar as pessoas”.


O candidato vai manter-se junto dos seus apoiantes na sede do partido durante a tarde/noite a aguardar o resultado final do escrutínio.


Por seu lado, a cabeça-de-lista do MpD pelo círculo eleitoral do Maio, Joana Rosa, votou pouco depois das 08:00 e aproveitou a ocasião para exortar os maienses a exercerem o seu direito, votando “de acordo com a sua consciência para se evitar a abstenção que tem caracterizado as últimas eleições”.


Considerou que a campanha decorreu “dentro da normalidade”, durante a qual a candidatura “passou a sua mensagem”, por isso disse esperar que tudo venha a decorrer “dentro da normalidade” e que agora vai aguardar o resultado final na sede do partido, junto dos seus apoiantes.


O cabeça-de-lista da UCID pelo círculo eleitoral do Maio, Albertino Garcia, por seu lado, disse sentir-se “honrado” por realizar o seu direito cívico ao voto e apelou às pessoas a fazerem o mesmo, realçando que tudo está a decorrer dentro da normalidade, com uma campanha eleitoral que “foi pacífica”, durante a qual o partido passou a sua mensagem, respeitando as normas sanitárias.


Albertino Garcia avançou ainda que vai aguardar “com serenidade” o resultado eleitoral junto dos seus colaboradores na sede do partido, e ressalvou que vai respeitar o resultado final “com toda a tranquilidade”.


Na ilha de Maio estão inscritos cerca de 5.009 eleitores, distribuídos por 23 mesas de voto, espalhadas por todos os povoados.


Às legislativas de hoje para eleição de 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.


PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).


As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.


Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest