Legislativas 2021/Boa Vista: Elisabete Évora destaca responsabilidade para cumprir compromissos assumidos durante a campanha

A eleita deputada pelo círculo eleitoral da Boa Vista pelo Movimento para Democracia (MpD), Elisabete Évora, agradeceu aos boa-vistenses pelo voto, a forma que decorreu as eleições, e evidenciou a responsabilidade de executar os compromissos assumidos durante campanha.

 

Por isso, reiterou “fazer de tudo para lutar pela ilha da Boa Vista e acima de tudo executar os compromissos assumidos, e juntamente com o Governo de Ulisses Correia e Silva trabalhar para Cabo Verde”.

 

“O nosso sentimento não poderia ser mais do que felicidade, e é claro que temos uma enorme responsabilidade, mas vamos fazer para se cumprir os compromissos assumidos durante a época de campanha”, afirmou, sob o sentimento do dever cumprido.

Sobre os principais compromissos a levar para o parlamento, a deputada relembrou que “são os assumidos durante a campanha”, destacando a saúde já se disse “ciente das deficiências existentes neste sector”.


“É para junto do Governo ouvir e ver quais as necessidades dos boa-vistenses e para darmos resposta a isso”, concluiu destacando “a educação, a retoma do turismo como sectores fundamentais a complementarem-se com o desenvolvimento da agricultura e de pesca”.


A ilha da Boa Vista tem inscrito 7.856 eleitores, distribuídos por 27 mesas de voto, menos seis mesas do que nas autárquicas de 2020.


Dados provisórios indicam que cerca de 4.785 pessoas foram às urnas, 2.022 votaram no MpD (42.3%), o PAICV conseguiu 1.950 (40.8%), e 459 (9.6%) pessoas votaram na UCID, enquanto que o PP obteve 134 votos (2.8%).


A taxa de abstenção é de 39.1%, ou seja, a 3.071 não foram as urnas, houve 163 votos nulos (3.4%), e 57 brancos (1.2%). O MPD e o PAICV elegeram um deputado cada.


Nas legislativas do dia 18 para eleição de 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.


PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).


As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

 

Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest