Legislativas 2021/Fogo: Cabeças-de-listas do PAICV e MpD já exerceram o direito de voto

Os cabeças-de listas, do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) e do Movimento para a Democracia(MpD), Eva Ortet e Filipe Santos já exerceram o direito de votos, enquanto o da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), Pedro Ribeiro ainda não votou.

Eva Ortet votou às 08:24 horas, na assembleia de voto de Pedro Homem, zona norte de São Filipe.nEla, de forma tranquila, apelou a todos os eleitores para exercerem também o direito de voto, sem ser condicionados porque, afirmou, “estamos numa democracia e o voto é livre”.

A candidata espera ter um bom resultado nestas eleições, com entusiasmo, porque “a democracia é bonita e é um prazer enorme participar na sua construção”.

Relativamente à pouca afluência que se verificava nas primeira horas de votação, Eva Ortet acredita que no segundo período do dia vai melhorar, porque há muitos jovens que estão com vontade de mudança.

“É normal nas primeiras horas a pouca afluência às urnas, porque as pessoas vão à missa e no período de tarde, normalmente tem mais afluência”, disse, adiantando que vai passar o dia com deslocações a várias localidades para ver a situação nas mesas e se não houver nada de anormalidade, incitar as pessoas a votarem para evitar elevada taxa de abstenção.

Por sua vez, o cabeça-de-lista do MpD, Filipe Santos, votou às 09:16 horas na mesa de assembleia de voto de Monte Grande, zona sul de São Filipe.

Depois, em declaração à comunicação social, Filipe Santos mostrou-se confiante de que vai sair vitorioso mais uma vez, e por isso apelou a todos os eleitores a dirigirem-se às urnas para exercerem o seu direito.

Este disse que as mesas de voto estão a funcionar com normalidade e que a única coisa que constatou de anormal é que a Comissão Nacional das Eleições (CNE) tem estado a enviar mensagem via telemóvel aos eleitores, dado indicação das mesas de voto, mas que muitos eleitores estão em mesas de voto diferentes.

Outro ao aspecto que diz ter constatado e que o deixa preocupado é o facto de elementos da c candidatura do PAICV estarem muito agressivos no terreno, a tentar cometer violência contra o seus apoiantes, tendo apelado à serenidade e calma e pedindo aos apoiantes do MpD para não permanecerem junto das mesas de assembleias de voto após exercerem o direito.

O número dois da lista do MpD, Vanusa Barbosa, pediu com antecedência necessária para votar antecipadamente, o que acabou por não acontecer, por falha da CNE e ela deverá deslocar-se à Cidade da Praia para exercer o seu direito de voto.

Quanto ao cabeça-de-lista da UCID, Pedro Ribeiro, apesar de ter indicado que iria votar entre as 09:00 às 10:00 horas, numa das mesas de Santa Filomena, ainda não o fez e o seu contacto telefónico está indisponível.
 
Inforpress
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest