Legislativas 2021: Partido Popular propõe reduzir número de membros do Governo

O cabeça-de-lista do Partido Popular às eleições legislativas de 18 de Abril, propôs hoje reduzir o número de membros do Governo, com a estrutura governamental formatada na Constituição da República.

A ideia foi defendida pelo líder do partido, Amândio Barbosa Vicente , que considera que estas e outras propostas que constam da plataforma eleitoral do partido visam poupar recursos que poderão ser canalizados para o sector da saúde, educação e outros.

“O PP entende que o Governo de Cabo Verde devia ter no máximo 11 membros e que devia estar estruturada na própria Constituição da República. Defendemos também um regime semi-presidencial, a regionalização um pouco diferente das propostas do MpD e do PAICV, onde as ilhas devem ter a sua gestão de actividade económica e social e a questão da soberania ficava a cargo de um Governo que é o Presidente da República”, reiterou.


A nível das forças armadas, os populares entendem que o serviço militar obrigatório deve ser extinto, permitindo assim aos jovens o direito de escolher.


Por outro lado, defende a redução das agências reguladoras, a implementação de figuras de embaixadas virtuais e propõe que a divida pública não dever ser superior a 60% do Produto Interno Bruto (PIB) para não comprometer as gerações futuras.


A comitiva do PP, que esteve no domingo em Ribeira Grande de Santiago, considerou que Cidade Velha como Património Mundial da Humanidade não está a ser bem explorado e que a cultura nacional está a ser “vendido” de forma gratuita.


“O desenvolvimento em Cabo Verde está calibrado nas diversas regiões, onde todas as actividades económicas estão concentradas na Praia, não é por acaso que temos concentração de pessoas na Praia, porque é ali que está a actividade económica, trabalho e emprego”, apontou o líder dos populares, defendendo que é preciso reformatar o desenvolvimento para um Cabo Verde mais equilibrado.


Para tal, sublinhou que é preciso reformas estruturantes que passam pelo desenvolvimento da indústria, agricultura, pecuária, energia, transportes marítimos e aéreos.


Essas e outras são as propostas avançadas pelo líder do partido, que segundo o mesmo, são exequíveis , mas requer consensos e revisão da constituição.


No período de manhã, o PP vai estar em Assomada, Santa Catarina, e à tarde desloca-se a Ribeira da Barca.


ÀS legislativas do dia 18 para eleição de 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.


PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).


As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.


Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest