Legislativas 2021: Ulisses Correia e Silva pede aos cabo-verdianos para reforçarem a protecção contra covid-19

PM

Legislativas 2021: Ulisses Correia e Silva pede aos cabo-verdianos para reforçarem a protecção contra covid-19

O candidato do MpD a primeiro-ministro nas legislativas do dia 18 apelou hoje aos cabo-verdianos para continuarem a reforçar a protecção contra a covid-19, porque a pandemia “ainda não acabou”.

Ulisses Correia e Silva fez este apelo numa mensagem endereçada aos cabo-verdianos, neste segundo dia da campanha eleitoral para o escrutínio legislativo do dia 18, tendo em conta o aumento do número de casos da covid-19 no País.

“Continuemos e reforcemos a protecção porque ainda estamos em pandemia. A protecção significa usar máscaras, fazer o distanciamento na medida do possível, essencialmente o uso de máscara porque protege-nos e protege aos outros”, precisou.


O líder do Movimento para a Democracia (MpD) entende que alguns comportamentos têm ainda que ser bem avaliados, pelo que, considerou, independentemente da subida ou descida de casos, até o País ter todo o mundo vacinado é preciso proteger-se.


Particularmente na campanha eleitoral, sublinhou, é preciso garantir que a protecção seja ainda mais reforçada, nos contactos e na organização dos eventos, porque assim contribuem responsavelmente para passar uma mensagem aos cidadãos.


No domínio da saúde, as apostas desta candidatura do MpD para a próxima legislatura, caso vença as eleições, versam “continuar a investir nos centros de saúde, reduzir as assimetrias regionais e fazer com que os serviços de proximidades, de Santo Antão a Brava, estejam com muito melhor capacidade de dar respostas”.


Ulisses Correia e Silva reiterou ainda que “o grande investimento” que vai fazer visa a construção de raiz de um hospital nacional, na Cidade da Praia, tendente a reduzir a necessidade de transferência de doentes para o estrangeiro, que, reconheceu, ainda é uma necessidade que o País tem.


Continuar a apostar na formação contínua de especialistas na área da medicina, de enfermeiros e médicos, e actuar também sobre outros factores que a montante provocam problemas de saúde são outras das propostas desta candidatura, cujo lema é “Cabo Verde no caminho seguro”.


Às legislativas do dia 18 para eleição de 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.


PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

 

Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us