Legislativas’2021/Santo Antão: Rosa Rocha declara que expectativas do PAICV é vencer as eleições com “grande contribuição” da ilha

As expectativas do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV) é vencer as eleições legislativas, com a “grande contribuição” de Santo Antão”, disse hoje a cabeça-de-lista deste partido neste círculo eleitoral, Rosa Rocha.

Para a candidata a deputada do PAICV, a ilha de Santo Antão tem uma população “briosa e inteligente” que saberá avaliar o desempenho do Governo, que agora termina o mandato, e que, “certamente, dará nota negativa, abrindo-se, assim, caminho para um futuro diferente” para esta ilha.

Rosa Rocha disse que caso vença as eleições legislativas o propósito do PAICV é “reverter o processo de degradação da economia” de Santo Antão e, a consequente, perda da sua população.

 

“Santo Antão deixou de ser uma ilha competitiva, comparativamente com as restantes ilhas de Cabo Verde. Vem perdendo a população e a sua economia está estagnada, realmente”, sublinhou a cabeça de lista do PAICV, para quem é preciso “inverter o processo de degradação da economia” desta região, “com medidas de política e com investimentos em sectores primários, como a agricultura, pecuária e as pescas”, mas também no turismo e nos serviços.

 

É necessário que Santo Antão tenha capacidade de responder às necessidades da sua população, explicou Rosa Rocha, defendendo ainda a necessidade de os jovens santantonenses terem acesso à formação superior na sua própria ilha, já que a saída dos jovens para estudarem fora desta ilha tem contribuído, a seu ver, para “erosão da economia” local.

 

Disse ainda que os quadros superiores estão a abandonar Santo Antão, deixando, por isso, de dar a sua “grande contribuição” ao processo de desenvolvimento” desta ilha.

 

“Mas também queremos que a população tenha melhor acesso à saúde, à educação, à energia e à água”, sublinhou Rosa Rocha, que disse que vai aproveitar a campanha eleitoral “para falar com os santantonenses e fazer o balanço, que é extremamente negativo”, do actual Governo e “demonstrar que o PAICV está em melhores condições para recolocar Santo Antão no caminho de desenvolvimento e de prosperidade”.

 

“Vamos ganhar as eleições e Santo Antão vai dar um grande contributo para que isso aconteça”, finalizou.

 

Nas legislativas do dia 18 para eleição de 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

 

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

 

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.


Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest