Legislativas’2021/Santo Antão: UCID quer levar mensagem da necessidade de haver equilíbrio no sistema político nacional

O cabeça-de-lista da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), José Manuel Graça, disse hoje que durante a campanha eleitoral levará aos santantonenses a mensagem de que é necessário haver “um equilíbrio no sistema político” cabo-verdiano.

“A necessidade de termos um equilíbrio no sistema político a partir do dia 18 e termos, também, o equilíbrio nos diferentes sectores da sociedade”, explicou José Graça, considerando que “os desequilíbrios que existem em Cabo Verde são frutos das maiorias absolutas”.

No seu entender, os sucessivos governos no País têm ignorado as propostas e recomendações da oposição, o que tem contribuído para os tais desequilíbrios que condicionam, neste momento, o desenvolvimento de Cabo Verde.

 

Em relação ao círculo eleitoral de Santo Antão, o “justo” seria que a UCID conquistasse dois dos seis mandatos em disputa.

 

“Mas, conhecendo a implantação social da UCID, a forma como as campanhas eleitorais são feitas e o mecanismo psicológico durante estas campanhas eleitorais, colocamos, como meta, eleger, pelo menos, um deputado”, sublinhou este cabeça de lista.

 

Com isso, Santo Antão ficaria bem servida, já que seria “um deputado das listas da UCID ao serviço desta ilha”, explicou José Graça, que destaca como “linhas de força” deste partido nestas eleições a aposta no sector primário (agricultura, pescas, pecuária), mas também no turismo, como forma de diversificar a economia desta ilha, que é, a seu ver, “o factor de sucesso do desenvolvimento” desta região.

 

O primeiro dia da campanha eleitoral da UCID em Santo Antão ficou marcado pela abertura da sede do partido e contactos porta a porta na cidade da Ribeira Grande.

 

O cabeça de lista da UCID promete “uma campanha à moda tradicional do partido, “sem grandes aglomerações”, tendo em conta a situação pandémica por que passam Santo Antão e Cabo Verde.

 

“A nossa campanha decorrerá de forma tranquila. Temos programado frentes de campanha no Porto Novo e na Ribeira Grande. A partir de agora, vamos ter que apelar ao voto nas listas da UCID”, sublinhou José Graça.

 

Nas legislativas do dia 18 para eleição de 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

 

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

 

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

 

Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest