Liga Stopira: Meio de Achada e Tira Chapéu jogam sábado na Várzea a final da sétima edição

As equipas do Meio de Achada (TMT) e Tira Chapéu jogam, este sábado, a final da sétima edição da Liga Stopira, em partida a ser disputa no Estádio da Várzea.

Para chegar à final a formação do Meio de Achada eliminou a sua congénere de São Filipe, ao passo que Tira Chapéu deixou pelo caminho a sua similar de Flor Jovem, da Calheta de São Miguel.

A sétima edição da Liga Stopira em futebol arrancou a 03 de Junho nos campos de Sucupira e Tira-Chapéu e homenageia o falecido dirigente da Escola Kriolinhos, Marcos Borges, em sinal “de reconhecimento pela sua obra”.

A edição 2022 da Liga Stopira, de acordo com o mentor da prova, Yvanir Rodrigues, conhecido por Barrusco, é destinada a atletas nascidos a partir 2001 e 2002, no formato de três grupos de quatro equipas cada, na qual passaram à segunda fase, isto é, às meias-finais, os vencedores de cada grupo mais o segundo melhor classificado.

De acordo com a calendarização, as equipas de Achada Grande, Esperança, Tira-Chapéu e Tigerfoot constituíram o Grupo A, Flor Jovem, Escola Tropa, EFIP e FSOD estiveram na poule B, ao passo que Krilolinhos, Fontão, São Filipe e TMT partilharam o grupo C.

Barrusco avançou à Inforpress que a Liga Stopoita vai homenagear, no próximo ano, o futebolista internacional cabo-verdiano, Marco Soares, que recentemente deixou a selecção de Cabo Verde depois de 16 anos a representar os Tubarões Azuis.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest