Maio: Campeão mundial de Kickboxing partilha experiência com jovens

O atleta internacional na modalidade de kickboxing, Luís Tavares, partilhou hoje a sua experiência, com os jovens participantes do 3º fórum Nacional da Juventude, que decorre na ilha do Maio.

Em declarações à Inforpress, o atleta, que já conquistou vários títulos de campeão europeu e seis vezes campeão mundial na modalidade de kick boxing, manifestou a sua satisfação em partilhar a sua experiência como atleta na grande esfera mundial, com jovens cabo-verdianos sublinhando que não é uma tarefa fácil atingir este patamar, mas que tudo é possível com esforço e dedicação.

“A mensagem que quis passar é que todos devem seguir os seus sonhos, embora saibamos que nada é fácil neste mundo, mas é preciso insistir e perseguir os nossos objetivos para conseguirmos o que desejamos para a nossa vida”, enfatizou.

Começou por explicar que esta caminhada iniciou há cerca de vinte anos, graças ao convite do seu irmão mais velho, que o incentivou a entrar nesta modalidade, o que acabou por lhe despertar gosto e, a partir daquele momento, começou a treinar juntamente com o irmão e de lá para cá tem vindo a somar vitórias atrás de vitórias, o que lhe deixa orgulhoso por também representar o País dos seus pais.

Luís Tavares manifestou todo o seu interesse em ajudar o País e a ilha do Maio, em particular, a desenvolver esta modalidade, acrescentando que vai visitar uma escola de iniciação ao boxe na localidade de Figueira, sublinhando que é preciso mais investimento no desporto, porque conforme defendeu existe muito potencial a ser explorado no País.

“O meu objetivo agora passa por conquistar, pela sétima vez, o título de campeão do mundo e vou fazer de tudo para conseguir vencer o kick boxing que vai acontecer no próximo ano e já estamos a trabalhar nisso, ver os contratos e vencer esta prova seria atingir o topo do que realmente desejo”, precisou.

Confidenciou que o irmão continua a ser o seu conselheiro apesar de, desde há quatro anos, ter vindo a trabalhar com um outro treinador.

Tavares acrescentou que está orgulhoso da receção que a edilidade lhe dispensou e com a oportunidade de participar neste fórum da juventude.

Por seu lado, o basquetebolista Fidel Mendonça, que também participou nesse fórum, disse que foi uma “grande oportunidade” para partilhar com os jovens a sua experiência, numa ilha que também considera ser dele e de Edy Tavares, um atleta que o inspira e respeita muito.

“Passei aos jovens, acima de tudo, uma mensagem positiva e motivadora de que este é o nosso momento e que devemos fazer de tudo para o nosso País, sobretudo neste momento em que se verificam acontecimentos de alguma violência, principalmente na Cidade da Praia”, enfatizou.

O capitão da seleção de basquetebol de Cabo Verde disse que o seu projeto, neste momento, passa por realizar empreendedorismo social com os jovens, no qual pretende passar valores e gosto para a prática do basquetebol.

“Na vida não é fácil, mas é preciso acreditar, trabalhar para podermos atingir os nossos objetivos, por isso, este tipo de eventos são muito importantes para a troca de experiências e espero que os jovens tirem o maior proveito deste momento”, concluiu.

Durante a manhã de hoje outros jovens passaram os seus testemunhos como jovens bem-sucedidos nos ramos que escolheram e sempre passando a mensagem de que tudo é possível, mas é preciso muito trabalho, dedicação e estar atento às oportunidades que o País oferece em cada momento.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Pode gostar também

Deixe um comentário

Follow Us