Parque solar fotovoltaico no Maio vai duplicar produção de energias renováveis, diz PM

A ilha do Maio poderá atingir, ainda este ano, os 30 % de penetração de energias renováveis com a conclusão, em Dezembro, das obras do parque solar fotovoltaico, garantiu ontem, dia 22, o primeiro-ministro.

Ulisses Correia e Silva falava no Porto Inglês no acto de lançamento das obras do referido parque, para quem com este projecto a ilha do Maio vai duplicar a capacidade de produção e armazenamento de energias renováveis, representando um “salto positivo” para a ilha.

O parque solar fotovoltaico do Maio faz parte do projecto de energias renováveis e melhoria da eficiência energética nos serviços públicos, abrangendo, também, as ilhas de Santo Antão, São Nicolau, Fogo e Brava.

Com este projeto do Governo e do Banco Mundial, orçado em 10,5 milhões de dólares, Cabo Verde estará, segundo Correia e Silva, a aproximar-se da meta de atingir os 50 % de penetração de energias renováveis até 2030, diminuído assim, o consumo de combustíveis.

“Isso vai fazer com que possamos nos aproximar da meta estabelecida de aumentar a capacidade de produção de energia e sua introdução na rede”, declarou o chefe do Governo, e também, concretizou, de substituir também o “grande consumo” que combustíveis importados e fazer o país  aproximar-se da meta traçada para 2030 de 50 % de penetração de energia renovável no país.

A redução do consumo de combustíveis e aposta nas energias limpas, segundo Ulisses Correia e Silva, diminuem a dependência de Cabo Verde do aumento dos preços internacionais e, por outro lado, provoca um impacto ambiental “muito bom e muito positivo” para o país.

O projeto de energias renováveis e melhoria da eficiência energética nos serviços públicos envolve a construção de cinco centrais fotovoltaicas e a instalação de sistemas de armazenamento de energia nas ilhas de Santo Antão, São Nicolau, Fogo e Brava, com a previsão de se alargar para todo o país.

O objectivo principal é contribuir para o aumento da produção de energia renovável e a melhoria do desempenho do serviço público de eletricidade em Cabo Verde.

Inforpress

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest