Mais de 85% dos cabo-verdianos com acesso à Internet e só 10% mantém telefone fixo

Tecnologia

Mais de 85% dos cabo-verdianos com acesso à Internet e só 10% mantém telefone fixo

Mais de 85% da população cabo-verdiana tinha acesso à Internet no final de 2021, enquanto 10% mantinha o telefone fixo, indicam dados da agência reguladora do setor, compilados hoje pela Lusa.

De acordo com o estudo Indicadores Estatísticos do Mercado das Comunicações Eletrónicas, relativo ao quarto trimestre de 2021, elaborado pela Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME), Cabo Verde contava naquele período com apenas 53.586 assinantes da rede fixa.

Trata-se de uma nova queda anual, de 7,1%, tendo em conta os 57.668 assinantes de serviços de telefone fixo registados no final de 2020, uma tendência decrescente que continua a acentuar-se, também, em Cabo Verde.

No mesmo período, o total de assinaturas ativas do serviço de acesso à Internet em Cabo Verde cresceu 8% em termos homólogos, para 479.252, mas apenas 6% através de banda larga fixa, e o restante por tecnologia móvel.

Com estes dados, a taxa de penetração da Internet em Cabo Verde subiu no final de 2021 para o equivalente a 85,1% da população, quando um ano antes era de 79,8%, segundo o estudo da ARME.

Já o serviço de Televisão por Assinatura, sobretudo através de fibra ótica, também com dois operadores licenciados em Cabo Verde, viu o número de assinantes cair 5% em termos homólogos, para 7.829 clientes, correspondendo a uma taxa de cobertura de 1,39%.

“Podemos verificar que este é um serviço que não conta com muita procura, havendo um crescimento residual ao longo dos anos”, lê-se no estudo.

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest