Mário Fernandes substitui Orlanda Ferreira na presidência da INPS 

O Governo nomeou Mário Rui Lopes Fernandes como novo presidente do conselho diretivo do Instituto Nacional de Previdência Social (INPS), em substituição de Orlanda Ferreira, conforme resolução hoje publicada.

Numa outra resolução publicada em Boletim Oficial, são nomeados os novos membros para integrarem a comissão executiva do INPS, que além de Mário Rui Lopes Fernandes, como presidente, integra ainda Frederic dos Santos, como administrador executivo, e Armandina Lima do Rosário, cujo mandato foi renovado.

Orlanda Ferreira era presidente da instituição que gere as pensões e contribuições sociais dos trabalhadores cabo-verdianos desde outubro de 2017.

O INPS foi criado em 1991, na sequência da cisão do Instituto de Seguros e Previdência Social (ISPS), criado em 1978.

Conforme as estatísticas, a instituição conta com 238.965 beneficiários do sistema de previdência social, sendo 41% de segurados ativos, 3,2% de pensionistas, 2,9% de pensionistas da função pública, 48,6 familiares e 4,3% em regime de convenção.

Segundo o último relatório e contas da instituição, o INPS fechou 2021 com um resultado líquido positivo de 39,3 milhões de euros, menos 13% face a 2020, novamente devido à pandemia.

As contribuições para o sistema de segurança social em Cabo Verde – depois de terem diminuído pela primeira vez em 2020, quase 6,8% face a 2019 – cresceram 4% em 2021, fixando-se em 11.242 milhões de escudos (101,5 milhões de euros).

Já as prestações pagas pelo INPS cresceram 8% em 2021 – já tinham aumentado 3,2% em 2020 devido aos efeitos da pandemia de covid-19 – traduzindo-se em termos absolutos em mais 439 milhões de escudos (3,9 milhões de euros), para cerca de 6.070 milhões de escudos (54,8 milhões de euros).

Lusa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Deixe um comentário

Follow Us