Ministro: Cabo Verde congratula-se com “convergência de vontades e empenho” na negociação do acordo de mobilidade

O ministro dos Negócios Estrangeiros disse hoje, na Cidade da Praia, que Cabo Verde se congratula com a “convergência de vontades e o empenho dos estados-membros” na negociação do acordo de mobilidade entre os países de língua portuguesa.

Rui Figueiredo Soares fez esta afirmação na abertura do III Encontro do Fórum da Sociedade Civil da CPLP, que decorre até sexta-feira, 21, na Cidade da Praia, sob o tema “O Papel do Fórum da Sociedade Civil no Reforço das Parcerias para a Implementação dos Objectivos do Desenvolvimento Sustentável”.


“De entre as matérias a discutir neste III Fórum, se assinala a centralidade da questão da mobilidade intracomunitária e a sua intrínseca ao desígnio de construir uma CPLP de povos”, notou.


Segundo o ministro, desta centralidade resulta a prioridade que Cabo Verde entendeu dar a negociação de um acordo sobre a mobilidade da CPLP, “o qual já foi anunciado em Conselho de Ministro e recomendada a sua aprovação” pela conferência dos chefes de Estado e do Governo a realizar-se em Luanda (Angola) no próximo mês de Julho.


“Cabo Verde congratula-se, pois, com convergência de vontades e o empenho dos demais estados-membros”, continuou Figueiredo Soares, na busca do melhor acordo possível, assumindo este uma geometria variável, susceptível de acomodar a diversidade de situações de cada um dos nossos países”, precisou.


Por isso, o ministro disse esperar, uma vez ratificado e aprovado pelos estados-membros, que este “importante instrumento” possibilite a circulação facilitada de pessoas no espaço comunitário lusófono, “não sendo difícil prever que as organizações da sociedade civil estão entre os principais beneficiados”.


“Assim, estaremos indo ao encontro legítimo das expectativas dos nossos cidadãos, que anseiam por uma CPLP em que se revejam e em cuja construção e afirmação devem participar”, indicou o ministro, esclarecendo que essa participação se concretiza através das organizações da sociedade civil.


O Comité Local do Fórum da Sociedade Civil da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (FSC-CPLP), que se realiza sob a presidência da Verdefam, conta com a participação do secretário executivo da CPLP, uma especialista, o embaixador de Cabo Verde em Portugal, um especialista das Nações Unidas em Cabo Verde e do INE de Cabo Verde, entre outros.


O evento acontece em formato misto, presencial na Cidade da Praia, e via plataforma zoom para os demais países da CPLP, devido à pandemia, e será presidida pelo ministro dos Negócios Estrangeiros e Comunidades e ministro da Integração Regional, Rui Figueiredo Soares, no dia 20.


No segundo e último dia, 21, a sessão será presidida pelo ministro de Estado da Família e de Inclusão Social, Elísio Freire.


O FSC- CPLP, enquanto representante das organizações da sociedade civil da CPLP, pretende prosseguir o seu papel de promotor da implementação de projectos no âmbito da economia “sustentável” e “justa”.


Inforpress/Fim

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest